Bruce Mclaren Feliz Aniversário

30/08/2010

Leslie Bruce McLaren (Auckland, 30 de agosto de 1937 - 2 de junho de 1970) foi um piloto de automóveis. Disputou 104 provas do Campeonato Mundial de Fórmula 1 entre os anos de 1958 e 1970, obtendo 4 vitórias, 3 melhores voltas, e 188,5 pontos. Foi o fundador da equipe McLaren.

 
Bruce McLaren sofreu da Doença de Perthe na infância, que o deixou paralisado por meses e fez com que uma de suas pernas fosse 5 centímetros maior que a outra. Isso não o impediu de disputar corridas de automóvel com o Austin de seu pai entre 1956 e 1957.
 
Em 1958, Bruce "comprou" uma vaga na equipe Cooper, para disputar os Grandes Prêmios de Alemanha e Marrocos de Fórmula 1. Na Alemanha, no antigo circuito de Nurburgring e sua corrida de estréia, chegou em quinto lugar. Seu desempenho nas duas corridas o colocou como piloto oficial da Cooper, e em 1959 obteve sua primeira vitória no Grande Prêmio dos Estados Unidos, se tornando então o mais jovem vencedor de Grandes Prêmios, com 22 anos. Em 1961 tornou-se o primeiro piloto da equipe com a saída de Jack Brabham.
 
Bruce manteve-se na Cooper até o final de 1965, conquistando boa reputação como um piloto rápido e equilibrado, constantemente terminando as provas na zona de pontuação, apesar de correr com um equipamento inferior (nestes anos, grandes equipes como Ferrari e BRM, assim com a Cooper, alinhavam mais de 2 carros no grid de largada, o que dificultava a competição para equipes de menor porte).
 
Em 1963 Bruce e seu amigo Teddy Mayer fundaram a Bruce McLaren Motor Racing Ltd. para o desenvolvimento de carros para um campeonato na Tasmânia (o qual Bruce venceu com seu próprio carro no mesmo ano). Ao final de 1965, a Cooper deixava a Fórmula 1, e Bruce McLaren viu a oportunidade de construir seu próprio carro para o Campeonato Mundial. O McLaren M2B rendeu a Bruce 3 pontos e muitas quebras em sua temporada de estréia. Em 1967, Bruce dispunha de apenas um chassi, e quando o danificou em um acidente no Grande Prêmio da Bélgica, se viu obrigado a correr as 3 provas seguintes pela equipe Eagle.
 
Em 1968, no grande Prêmio belga, Bruce McLaren venceu com seu próprio carro, chegando em segundo lugar em outras duas ocasiões. A construção de carros tornara-se um negócio rentável ao passo que dezenas de pilotos financiavam sua participação pela equipe McLaren. Com isso Bruce pôde desenvolver seus chassis com mais eficiência, e em 1969 voltou a ter um desempenho regular.
 
Bruce McLaren começou a temporada de 1970 com um bom rendimento, chegando em segundo lugar no Grande Prêmio da África do Sul. Porém, após a terceira etapa, durante uma sessão de testes, Bruce McLaren sofreu um acidente fatal.

Registros na F1
  • Nacionalidade Neozelandesa
  • Anos 1958 – 1970
  • Time(s) Cooper, McLaren, Eagle
  • GPs disputados 104 (100 largadas)
  • Campeonatos 00
  • Vitórias 4
  • Pódios 27
  • Pontos 188,5 (196,5)
  • Pole positions 0
  • Voltas mais rápidas 3
  • Primeiro GP Grande Prêmio de Mônaco de 1959
  • Primeira vitória Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1959
  • Última vitória Grande Prêmio da Bélgica de 1968
  • Último GP Grande Prêmio de Mônaco de 1970

Posts Relacionados

1 comentários :

Daniel Machado disse...

Imagine o quanto ele deve esta feliz lá no céu vendo sua equipe fazendo sucesso agora. Bem que ele poderia estar vivo para poder acompanhar de perto.