Éric Bernard Feliz Aniversário

24/08/2010

Éric Bernard (Martigues, perto de Marselha, 24 de Agosto de 1964) é um ex-piloto de fórmula 1 que competiu pelas equipes Ligier, Larrousse e Lotus.
 
Ele começou no kart em 1976 e nos sete anos que se seguiram, ganhou quatro títulos franceses. Em 1983 ele frequentou a escola de corridas "Paul Ricard" e foi um dos finalistas na Volant Elf. Ele bateu seu compatriota Jean Alesi e o belga Bertrand Gachot para o prêmio, obtendo-se uma plena unidade com patrocínio na Fórmula Renault para 1984. Ele terminou na sexta posição, mas ganhou no ano seguinte, e entrando Fórmula 3 francesa em 1986. Ele venceu no ano seguinte, terminando em segundo lugar no campeonato, atrás de seu antigo rival, Alesi. Em 1988, entrou na Fórmula 3000.
 
Em 1989, ele foi chamado pela Larrousse para o GP da França, substituindo seu compatriota Yannick Dalmas, que estava doente. Foi uma boa estréia, pois ele chegou a estar em quinto lugar, e ainda estava em sétimo quando o motor Lamborghini V12 teve problemas a poucas voltas do fim. Bernard estava no GP da Inglaterra, antes de regressar ao seu compromisso com a Fórmula 3000 pela DAMS.
 
Ele foi recompensado com uma temporada como test-driver para a Larrousse em 1990. Lá, ele atraiu muitos avisos positivos para o seu estilo, com diversos observadores comparando Bernard a Alain Prost. Ele marcou seu primeiro ponto com um sexto lugar no GP de Mônaco, e seu melhor resultado viria em Silverstone, no Grande Prêmio da Inglaterra, onde ele tirou um 4 º lugar.
 
Bernard foi escolhido para permanecer na Larrousse em 1991 para a temporada, mas a equipe estava em apuros, pois a Lamborghini levou os seus motores para a equipe Modena. Apesar disto, terminaria em sexto lugar no México, que foi o seu último ponto para terminar com a Larrousse, mas chegou ao fundo do poço não se qualificar pela primeira vez em sua carreira no GP da Itália. O pior estava por vir, quando Bernard quebrou a perna na primeira sessão prática para o Grande Prêmio do Japão, dando lugar a Bertrand Gachot, recém-libertado da prisão.
 
Bernard tentava recuperar a forma, para que o seu patrocinador, a Elf, conseguisse colocá-lo em um teste para a tradicional equipe Ligier. Em 1994, com o orçamento reduzido, a Ligier viu Bernard ser promovido uma corrida "aos bancos", ao lado de Olivier Panis, até então um novato. Infelizmente, para Éric, Panis iria vencê-lo. Mas Bernard terminaria em terceiro lugar, no movimentado GP da Alemanha, mas até o GP de Jerez), ele foi sacado da equipe, a fim de acomodar o inglês Johnny Herbert. Ele ocupou a vaga deixada por Herbert na lendária Lotus, para preencher a vaga no GP europeu, sendo um preparativo para o adeus da equipe, mas o francês deu lugar ao finlandês Mika Salo.
 
Para 1995, ele era fortemente cogitado para retornar à Larrousse, mas a equipe fechou as portas pouco antes da temporada começar. Depois disto, Bernard passaria para os sportscars, desfrutando um considerável sucesso na série GT.

Registros na F1
  • Nacionalidade Francesa
  • Anos 1989 – 1991, 1994
  • Time(s) 3 (Larrousse, Ligier e Lotus)
  • GPs disputados 47 (45 largadas)
  • Campeonatos 0 (13º em 1990)
  • Vitórias 0
  • Pódios 1
  • Pontos 10
  • Pole positions 0
  • Voltas mais rápidas 0
  • Primeiro GP Grande Prêmio da França, Paul Ricard, 1989
  • Última vitória
  • Último GP Predefinição: Grande Prêmio da Europa, Jerez de la Frontera-Espanha, 1994

Posts Relacionados

0 comentários :