História de Interlagos

31/08/2010

Bom pessoal hoje vou encerrar o especial circuitos mutilados, hoje será o ultimo circuito mutilado mas, pretendo continuar contando a história de outros circuitos sempre que der. Como eu já tinha antecipado o ultimo circuito é o nosso circuito de Interlagos, mas é bom que todos saibam que ainda da tempo de recuperar a velha pista e fazer como em Nurburgring onde o velho traçado ainda esta lá e continua sendo utilizado.

O Autódromo de Interlagos (cujo nome oficial é Autódromo José Carlos Pace) é um autódromo localizado no bairro de Interlagos na cidade de São Paulo, Brasil. Foi inaugurado em 12 de maio de 1940, pelo interventor Dr. Ademar de Barros, e desde 1972 sedia o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1.


O nome tradicional do circuito vem do fato que ele foi construído em uma região entre dois lagos artificiais, Guarapiranga e Billings, que foram construídos no começo do século XX para suprir a cidade com água e energia elétrica. Em meados dos anos 80 foi renomeado para homenagear o piloto de Fórmula 1 José Carlos Pace, falecido em 1977. Anexo a sua construção, há um Kartódromo, o Kartódromo Municipal Ayrton Senna.

O circuito é um dos poucos circuitos de automobilismo fora dos Estados Unidos a ter sentido anti-horário. Nesse autódromo são realizadas as principais competições de Automobilismo do Brasil. É conhecido internacionalmente por sediar a etapa do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, atualmente sendo o único de toda a América Latina no calendário do campeonato. Também é utilizado, por vezes, para outros tipos de eventos, inclusive o desfile das escolas de samba dos grupos de acesso da cidade de São Paulo.

No dia 17 de outubro de 2007 o então governador José Serra inaugurou a Estação Autódromo da Linha 9 da CPTM. A estação,que fez parte dos planos de extensão da linha, localiza-se a 600 metros do portão do Setor G do autódromo.

No fim da década de 1920, o engenheiro britânico Luiz Romero Sanson idealizou uma região de lazer entre as represas Billings e Guarapiranga, sendo que sua filha escolheu o nome Interlagos para o local. Em abril de 1939, com o autódromo ainda em obras, um grupo de pilotos liderado por Manoel de Teffé deu as primeiras voltas na pista. um ano após houve a grande inauguração no dia 12 de maio de 1940, o autódromo abriu suas portas. Neste dia o autódromo recebeu 15 mil pessoas para o Grande Prêmio São Paulo. O vencedor foi o piloto Artur Nascimento Júnior, que percorreu 25 voltas da prova no tempo de 1 hora, 46 minutos e 44 segundos.

Fechado para reformas em 1967, só foi reaberto em 1 de março de 1970, para a realização de uma prova do campeonato internacional de Fórmula Ford. Em 1971, o autódromo passou novamente por reformas para abrigar no ano seguinte, pela primeira vez, um Grande Prêmio de Fórmula 1. Em 1972 houve o primeiro Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 sem contar pontos para o campeonato, sendo vencido pelo argentino Carlos Reutemann, piloto da equipe Brabham. Em 1973 a prova já era válida pelo campeonato mundial de equipes e pilotos. Até 1980 o autódromo recebeu o Grande Prêmio sucessivamente, com exceção de 1978 que foi no Autódromo de Jacarepaguá. De 1981 a 1989 o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 foi realizado no Rio de Janeiro em Jacarepaguá.

Em 1989, a Prefeitura de São Paulo, com o apoio da Confederação Brasileira de Automobilismo, iniciou negociações para trazer de volta a Interlagos o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 que havia sido transferido para Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Iniciou-se, assim, uma grande reforma que mudaria completamente o traçado do velho Interlagos, e em 1990 voltou para São Paulo onde continua até o presente, e sendo realizado sucessivamente.

No ano de 2007, o autódromo foi fechado por quatro meses para ser trocado todo o asfalto do circuito, além da construção de mais uma arquibancada na reta dos boxes e alteração da entrada dos boxes.

A Banda Iron Maiden fez seu maior show na história fora de festivais no dia 15 de março de 2009, segundo o vocalista Bruce Dickinson. Outro espetáculo musical que foi realizado no autódromo foi a inesquecível apresentação da banda KISS em 1999.

Para o Grande Prêmio do Brasil de 2007, foram realizados os reparos de maior escala dos últimos 35 anos do circuito, para resolver fundamentalmente problemas com a superfície da pista. O asfalto existente foi totalmente substituído, resultando em uma superfície da pista muito lisa. Ao mesmo tempo, a entrada do pit lane foi reforçado para melhorar a segurança e construído um novo e maior stand fixo.Para facilitar o trabalho, o circuito foi fechado e não foram realizados eventos nos cinco meses imediatamente anteriores à corrida.

Em 17 de outubro de 2007, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) começou a operar a nova estação da Linha 9, a Estação Autódromo, perto do circuito. A Linha C foi prorrogado para melhorar o acesso entre o centro de São Paulo e região sul da Grande São Paulo, incluindo o circuito.

Posts Relacionados

0 comentários :