História do Circuito de Indianapolis

24/09/2010

As 500 Milhas de Indianápolis, Indianápolis 500 ou só Indy 500, é uma das provas mais tradicionais do automobilismo internacional. A corrida é realizada no Indianapolis Motor Speedway, nos arredores da cidade de Indianapolis, nos EUA, e foi disputada pela primeira vez em 1911. Ela atualmente faz parte do calendário da IRL. Nesta prova, os carros andam 500 milhas ou 805 km na parte oval do circuito. É realizada sempre no final do mês de maio em data próxima ao Memorial Day. Seu grid é composto tradicionalmente por 33 carros. O evento empresta o nome ao carro da corrida classe IndyCar de fórmula.

As 500 Milhas de Indianapolis fizeram parte do Mundial de Fórmula 1 de 1950 a 1960 e também da CART (atual extinta Champ Car).


O vencedor da prova atualmente ganha 1 milhão de dólares.

O Indianapolis Motor Speedway (IMS) está localizado na cidade de Speedway, no estado de Indiana, uma cidade nos arredores da cidade de Indianapolis nos Estados Unidos.

O IMS é um dos mais antigos circuitos dos EUA e do mundo, construído em 1909 feito inicialmente de pedras, posteriormente, devido aos inúmeros acidentes provocados pelas pedras ferindo pilotos e espectadores, o circuito ganhou uma camada de tijolos cobrindo toda a extensão da pista. Por isso, até hoje o IMS é chamado de The Brickyard.

Em 30 de Maio de 1911 foi disputada a primeira 500 milhas de Indianápolis, atraindo um público de mais de 80 mil espectadores. A prova foi vencida por Ray Harroun com uma média de velocidade de 74.602 milhas/hora ou 120.06 km/h.

Durante 11 anos (1950-1960) as 500 milhas de Indianápolis fizeram parte do calendário oficial da Fórmula 1.

Após 1960 o IMS ganhou uma camada de asfalto, mas mantendo no ponto de largada e chegada uma faixa de 1 metro de tijolos que é sua marca registrada.

Abrigou a cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis 1987, assim como as competições de patinação sobre rodas.[1]

Até os anos 90, as 500 milhas era o único grande evento do circuito, porém quando Tony George herdou o circuito, conseguiu trazer uma prova da NASCAR em 1994 (a Brickyard 400), a Fórmula 1 de volta em 2000 combinando um circuito misto interno com as curvas 1 e 2 do oval e a MotoGP em 2007 com um circuito semelhante ao da Fórmula 1, mas sem usar as curvas inclinadas.

O formato da pista é um retângulo com os vértices arredondados, possuindo 2 retas longas com 5/8 de milhas (1000 metros) de extensão, 2 retas curtas com 1/8 de milha (200 metros) de extensão, 4 curvas com 1/4 de milha (400 metros) de extensão inclinadas a 9° 12' com raio de 0,16 milhas (255 metros), chegando a um total de 4000 metros (4 Km) ou 2,5 milhas, a largura da pista é de 50 pés (15 metros).


Posts Relacionados

0 comentários :