A nobreza na F1

13/09/2010

A coluna post do leitor de hoje foi enviada por Antônio Carlos, ele enviou para nós os pilotos da F1 que de alguma forma pertenciam a nobreza em seus países.

Sangue azul no cockpit? Barões, condes, príncipes e até lordes escreveram páginas divertidas na história da F-1.


O barão alemão Wolfgang Von Trips poderia ter sido o primeiro piloto de seu país a se sagrar campeão mundial, em 1961. Um acidente fatal na curva Parabólica de Monza adiou o sonho por mais de duas décadas.


O conde escocês Johnny Dumfries teve uma passagem relâmpago pela Fórmula 1, e correndo ao lado do maior piloto de todos os tempos, Ayrton Senna. Disputou 15 GPs e marcou 3 pontos - conquistando como melhor resultado um 5º lugar no GP da Hungria.


Birabongse Bhanuban, o Príncipe Bira, era um autêntico bon vivant. O tailandês foi o primeiro nobre a disputar uma corrida de F-1. Em 18 corridas, seu melhor resultado foram dois quartos lugares (Mônaco/50 e França/54).

Posts Relacionados

0 comentários :