Carros bonitos?

04/10/2010

Hoje a coluna post do leitor foi enviada por Marcelo Cesarino

Caros amigos do GP Expert,

Semanas atrás o site Bleacher Report escolheu os 10 carros mais bonitos de Fórmula 1 de todos os tempos. (já falamos disso anteriormente).

A escolha, com certeza, não agrada a todos e sempre causará polêmicas, divergindo do gosto de cada fã da Fórmula 1. Embora, não seja do gosto de todos, temos que admitir que ela leva um grau de coerência.. Cada carro escolhido representa uma determinada geração de carros de Fórmula 1 e uma determinada “família” de carros. Por exemplo, a Lotus 49 (foi escolhido o mais bonito de todos os tempos) representou a década de 60 e a família de Lotus verde e amarela daquela época.

Particularmente, gostei das escolhas, mas como qualquer um, tenho algumas preferências. Segue abaixo alguns belos carros que poderiam estar nesta lista.

Lotus 79 (1978)

A Lotus terminou o ciclo de títulos com Mario Andretti em 1978 com o Lótus 79, um carro belíssimo, que simplesmente massacrou a concorrência, a partir da genialidade de Colin Chapman e seu efeito-solo.

Ferrari 1982 (C126)

Este carro embora rápido, vencedor e provável campeão, pode ser qualificado “bonitinho, mas mortal”, com esse carro Gilles Villeneuve sofreu seu acidente fatal e Didier Pironi sofreu um grave acidente que o retirou da F1 para sempre.

McLaren 1984-1986 MP4-2

A McLaren, entre a metade da década de 80 e o início da década de 90, teve a fase mais vitoriosa de sua história e, além disso, foi extremamente feliz no layout de seus carros. Qualquer carro entre 84 e 94, representaria muito bem a beleza de seus carros. A foto acima mostra os modelos MP2 com motor TAG-Porsche. Este modelo ganhou nada menos do que os 3 campeonatos mundiais que disputou.

Ferrari 1966 (312)

Esta Ferrari foi um dos modelos utilizados em 1966, representando bem a fase final dos “charutinhos”, antes da introdução das asas e spoilers.

McLaren 2005 (MP4-20)

As “ flechas de prata” da nova geração não podem ser esquecidas, mais um para categoria “belos e bem sucedidos”. O modelo de 2005, um dos mais bonitos da família, representa com louvor.

Jordan 1991 (191)


A Jordan começou literalmente na F1 com o pé direito, começou com um bom carro que propiciou muitos pontos no ano de estréia e com um belo design.

Benetton 1988 (b188)

A Benetton após comprar a Toleman resolver impor sua filosofia do “ United Colors of Benetton” criando esta mistura de cores fantástica que praticamente se manteve a mesma entre 1987 e 1989.

Brabham 1986 – (BT-55)

Este carro, também, pode ser colocado no grupo dos “bonitinhos, porém mortais”, com esse carro Elio de Angelis morreu, embora não se saiba até hoje se a culpa é do carro, da ineficiência em seu resgate ou de uma ondulação no asfalto de Paul Ricard, que gerou a quebra do aerofólio e o fez decolar.

Seu antecessor é também dos mais belos, o BT-54, responsável pela última vitória a Brabham.

Mercedes 1954 (w196)

Falando em “flecha de prata”, vamos para original. Este carro exótico, que mais parece um carro de rua ou o carro do Batman, ajudou Fangio um de seus títulos.

Ligier 1993 (JS 39)

A pintura deste carro, feita por um artista francês, possui uma história bastante interessante. Foi apenas utilizada nas duas últimas etapas de 1993 (Japão e Austrália) e apenas nas mãos de Martin Brundle. Blundell correu com a pintura comum.

Bom, estes são alguns carros que em minha opinião poderiam estar na lista de mais belos da história. Com certeza, não agradou a todos, mas as escolhas e opiniões serão sempre alvo de discussão.

E você, qual a sua opinião?

Posts Relacionados

0 comentários :