Jean-Pierre Jabouille Feliz Aniversário

01/10/2010

Jean-Pierre Alain Jabouille ou apenas Jean-Pierre Jabouille (1 de Outubro de 1942) é um ex-piloto francês de Fórmula 1.
 
Natural de Paris, Jabouille foi um dos últimos de uma classe de pilotos de Fórmula 1 que foi também engenheiro.
 
Ele iniciou sua carreira na Fórmula 3 francesa, em 1967 e continuou em 1968. Em 1969 foi contratado como piloto de testes pela Alpine, participando de algumas corridas de Fórmula 2 e de automóveis esportivos. Em 1973 ele foi co-piloto de um Matra nas 24 Horas de Le Mans, terminando em terceiro lugar e repetindo esta proeza em 1974, quando também venceu a corrida de Fórmula 2 em Hockenheim, e terminou como segundo colocado na série European 2-litre pela Alpine. Ele também fez sua primeira participação na Fórmula 1, não conseguindo a qualificação com uma Williams para o Grande Prêmio da França e com um Surtees, para o Grande Prêmio da Áustria.
 
Em 1975 Jabouille rompeu seu contrato com a Alpine e retornou à Fórmula 2 pela Elf. Terminou o campeonato na vice-liderança atrás de Jacques Laffite. Nesse mesmo ano, chamado pela Tyrrell para participar de uma única corrida de Fórmula 1, no Grande Prêmio da França, acabou completando seu primeiro Grande Prêmio na décima-segunda colocação. Em 1976 ele concentrou-se na Fórmula 2, conseguindo finalmente o título da competição e para 1977 assinou contrato com a Renault para desenvolver seu novo motor turbo 1.5l de Fórmula 1. O automóvel RS01 fez sua estréia no Grande Prêmio do Reino Unido de 1977, mas no início o motor turbo (o primeiro na Fórmula 1) era frágil e sofria de graves falhas, que o tornava difícil de pilotar em circuitos estreitos. Contudo, Jabouille perseverou, conseguindos muitas qualificações importantes em 1978 e marcando os primeiros pontos ao chegar em quarto lugar no Grande Prêmio do Leste dos Estados Unidos.
 
Em 1979 a Renault desenvolveu para a corrida um segundo carro para René Arnoux. Jabouille conseguiria para a Renault a sua primeira pole position na Fórmula 1 no Grande Prêmio da África do Sul e depois obteve a sua primeira vitória, no Grande Prêmio da França. Sua terceira pole position aconteceu no Grande Prêmio da Itália.
 
Em 1980 Jabouille conseguiu mais duas poles e uma outra vitória no Grande Prêmio da Áustria. Porém, um defeito na suspensão durante o Grande Prêmio do Canadá deixou-o com uma perna quebrada, justamente após ele ter assinado com a Ligier para a temporada de 1981.
 
Sua lesão deixou-o fora das duas primeiras corridas da temporada de 1981 e ele sem estar totalmente recuperado, não conseguiu a qualificação em duas das quatro corridas seguintes, o que resultou em sua decisão de abandonar a competição. Ele retornaria no meio da década de 1980 para pilotar na série francesa de Superturismo, antes de unir-se a Peugeot para ajudar a desenvolver seu programa de carros esportivos, culminando com uma terceira colocação nas 24 Horas de Le Mans de 1993. Em 1994 ele substituiu Jean Todt como diretor da Peugeot Sport, mas depois de uma fraca temporada em associação com a McLaren e a Jordan, ele foi demitido em 1995. Desde então ele tem corrido na sua própria equipe de carros esportivos na ISRS.
 
Registros na Fórmula 1
  • Nacionalidade Francesa
  • Anos 1975, 1977 – 1981
  • Time(s) Tyrrell, Renault, Ligier)
  • GPs disputados 55 (49 largadas)
  • Campeonatos 0
  • Vitórias 2
  • Pódios 2
  • Pontos 21
  • Pole positions 6
  • Voltas mais rápidas 0
  • Primeiro GP Grande Prêmio da França de 1975
  • Primeira vitória Grande Prêmio da França de 1979
  • Última vitória Grande Prêmio da Áustria de 1980
  • Último GP Grande Prêmio da Espanha de 1981

Posts Relacionados

0 comentários :