José Froilán Gonzalez Feliz Aniversário

05/10/2010

José Froilán González foi um piloto de automóveis argentino, tendo participado dos primeiros anos do Campeonato Mundial de Fórmula 1 entre 1950 e 1957 (realizando uma última prova em 1960). Disputou 26 Grandes Prêmios, obtendo 2 vitórias, 3 pole positions e 6 melhores voltas, totalizando 78,64 pontos. Pilotou para Maserati, Ferrari, Lago, Vanwall e Lancia.

 
Sua estréia se deu no Grande Prêmio de Mônaco de 1950, pilotando uma Maseratti comprada pela equipe italiana Achille Varzi. Então González já era um piloto respeitado entre seus colegas, tendo como principal incentivador Juan Manuel Fangio. Seu prestígio lhe rendeu uma vaga como piloto oficial da Ferrari no ano seguinte.
 
Em 1951 González viveu os melhores momentos de sua carreira. No terceiro Grande Prêmio da temporada, em Silverstone, obteve sua primeira vitória - e a primeira vitória da história da Ferrari na Fórmula 1. Sua consistência (subiu ao pódio em 5 das 6 provas do ano) o levou ao terceiro lugar no campeonato, atrás de Juan Manuel Fangio e Giuseppe Farina. De volta à Maseratti, Froilán disputou em 1952 apenas o Grande Prêmio da Inglaterra, novamente em Silverstone, obtendo o segundo lugar. Em 1953 sua equipe lhe cedeu condições para correr a temporada inteira, e o argentino subiu ao pódio mais 3 vezes em 6 corridas.
 
Em 1954 González voltou à Ferrari, e mais uma vez obteve bom desempenho, conquistando sua segunda e última vitória novamente em Silverstone. Neste mesmo ano, venceu as famosas 24 Horas de Le Mans ao lado do francês Maurice Trintignant.
 
A partir de então González não disputou mais campeonatos completos na Fórmula 1, atuando apenas como convidado, principalmente nas provas na Argentina. Em 1955 disputou o Grande Prêmio da Argentina pela Ferrari, chegando em segundo. Em 1956 Maseratti e Vanwall lhe ofereceram uma vaga para uma prova cada, nas quais o argentino teve problemas mecânicos. Em 1957 fizera o que teria sido sua última participação na Fórmula 1 pela Lancia, novamente na Argentina, temrinando em quinto lugar. Mas voltaria 3 anos depois, como convidado da Ferrari para o Grande Prêmio em Buenos Aires, desta vez terminando em décimo e encerrando sua carreira.
 
González é até hoje um dos ícones do automobilismo argentino, respeitado por alguns críticos como "um piloto quase tão bom quanto Fangio". Froilán González se tornou patrono de várias gerações de pilotos argentinos que, com sua ajuda, puderam exibir-se nos campeonatos europeus e entualmente galgar uma vaga na Fórmula 1.

 
Registros na Fórmula 1
  • Nacionalidade Argentina
  • Anos 1950 – 1957, 1960
  • Time(s) Maserati, Talbot Lago, Ferrari, Maserati, Vanwall
  • GPs disputados 26
  • Campeonatos 0
  • Vitórias 2
  • Pódios 15
  • Pontos 73,1
  • Pole positions 3
  • Voltas mais rápidas 6
  • Primeiro GP Grande Prêmio de Mônaco de 1950
  • Primeira vitória Grande Prêmio da Inglaterra de 1951
  • Última vitória Grande Prêmio da Inglaterra de 1954
  • Último GP Grande Prêmio da Argentina de 1960

Posts Relacionados

0 comentários :