Kimi Räikkonen Feliz Aniversário

17/10/2010

Kimi-Matias Räikkönen (Espoo, 17 de Outubro de 1979) é um automobilista finlandês que competiu na Fórmula 1 entre 2001 e 2009. Foi campeão mundial pela Ferrari em 2007, além de ter sido vice-campeão em 2003 e 2005 pela McLaren.

Kimi Räikkonen, piloto finlandês, da cidade de Espoo, vem de origens humildes. Seu pai dirigia um trator e sua mãe trabalhava em um restaurante.
O garoto tinha como sonho pilotar carros, porém não lhe era possível devido às condições financeiras de sua família.
Paula e Matti, pais de Kimi Räikkönen, estavam juntando dinheiro para construir um banheiro, já que em sua residência não havia banheiro, mas, surpreendidos pelo grande sonho do filho, decidiram então comprar um kart para este.
E então, aos oito anos de idade, começou a conduzir carros de kart e, no ano seguinte, entrou nas primeiras provas alcançando bastante sucesso nesta modalidade em provas na Finlândia e internacionalmente. Em 1999 foi campeão finlandês de kart.
Aos dezenove anos mudou-se para Inglaterra e fez um teste nos monolugares da Fórmula Renault inglesa. Logo em 1999, Räikkönen ganhou as quatro provas das séries de inverno, correndo com um Fórmula Renault da equipe Manor Motorsport.
No ano seguinte, manteve-se na mesma formação e triunfou em sete das dez provas do troféu britânico, chegando ao título da categoria. Participou ainda em três provas do Campeonato Europeu de Fórmula Renault, das quais ganhou duas.
Os bons resultados na Formula Renault chamaram a atenção de Peter Sauber. Assim, o piloto fez alguns testes com bons resultados no circuito italiano de Mugello e Sauber decidiu contratá-lo como piloto reserva em 2000, o que foi o início de sua carreira na F1.
Räikkönen, com apenas vinte e um anos, iniciava como piloto titular sua carreira na Fórmula 1 em 2001. Com apenas vinte três corridas de monolugares no seu currículo, ele conseguiu a licença especial da FIA. Logo na primeira prova do campeonato alcançou o sexto lugar.
Em 2002, foi contratado pela equipe McLaren onde correu até 2006 substituindo o seu compatriota e bicampeão do mundo Mika Häkkinen. Foi vice-campeão da temporada de 2003 com noventa e um pontos, ficando apenas a um ponto de impedir o hexacampeonato de Michael Schumacher.
Em 2005, foi novamente vice-campeão com cento e doze pontos e sete vitórias, sendo Fernando Alonso campeão. Foi considerado por críticos de automobilismo e revistas o piloto mais rápido e melhor da temporada. Em 2006, após um carro mal construído pela McLaren, Räikkönen não conseguiu nenhuma vitória e terminou o ano em quinto lugar com sessenta e cinco pontos.
Em 2007, Räikkönen foi o primeiro piloto desde Nigel Mansell, em 1989, a estrear pela Ferrari com uma vitória. Ele ganhou o Grande Prêmio da Austrália, que abriu a temporada de 2007. E, após dois vice-campeonatos, o finlandês sagrou-se campeão mundial em 21 de Outubro de 2007, vencendo o Grande Prêmio do Brasil, no Autódromo de Interlagos.
Räikkönen era o que tinha menores chances dentre os três pilotos que disputavam o campeonato: Lewis Hamilton e Fernando Alonso eram os mais cotados a levar o título, já que Kimi precisaria de uma combinação de resultados. Para se tornar campeão mundial de pilotos em 2007, Räikkönen contou com os erros cometidos pelo inglês Lewis Hamilton na corrida, que logo na segunda curva da corrida perdeu o controle do carro, chegando a ficar na décimo oitavo colocação, e pela estratégia adotada pela Ferrari, que fez com que o filandês assumisse a liderança da prova, que era do brasileiro Felipe Massa na volta de número cinqüenta e dois.
Com a vitória, Räikkönen conquistou seu primeiro título do campeonato mundial de pilotos e a consolidação da Ferrari como a líder mundial de construtores da Fórmula 1 em 2007. Com seis vitórias na temporada, mais do que seus rivais Fernando Alonso e Lewis Hamilton da McLaren (quatro vitórias cada um) e de que seu companheiro de equipe Felipe Massa (três), o campeonato terminou com cento e dez pontos para Räikkönen, com a diferença de apenas um ponto entre Hamilton e Alonso, que terminaram em segundo e terceiro lugar, respectivamente.
Já em 2008, atual campeão do mundo, até então, não alcançou muito sucesso; seu carro, segundo sua equipe, não se adaptava ao estilo de Räikkönen. Venceu apenas 2 corridas, o Gp da malásia e o Gp da Espanha, fazendo 75 pontos, e ficando em 3° lugar na temporada, muito abaixo do esperado, sendo o campeão Lewis Hamilton, da McLaren. Porém, Räikkönen, foi o recordista em voltas mais rápidas, sendo avaliado como o piloto mais rápido da temporada, e chegando a entrar para a história da Fórmula 1 por conquistar tantas voltas rápidas em uma temporada e ao longo de sua carreira.
No Grande Prêmio da Bélgica de 2009, disputado em 30 de agosto, Kimi conquistou sua primeira vitória na temporada e a décima oitava na carreira.
Em 4 de dezembro de 2009, após frustradas negociações com McLaren e com Mercedes, a equipe oficial da Citroën no WRC (World Rally Championship) anunciou a contratação do finlandês para a disputa do campeonato mundial de 2010 pela equipe "junior".
Essa não será a primeira experiência de Kimi na categoria. No mesmo ano de 2009, ele disputou o Rally da Finlândia, a bordo de um Fiat Punto S2000 da equipe de Tommi Makkinen, chegando a estar em terceiro lugar de sua categoria (N4), quando sofreu um acidente que impossibilitou a conclusão da prova.

Registros na Fórmula 1
  • Nacionalidade Finlandesa
  • Anos 2001 - 2009
  • Times Sauber, McLaren, Ferrari
  • Campeonatos 1 (2007)
  • Pontos 579
  • Voltas mais rápidas 35
  • Primeiro GP Grande Prêmio da Austrália de 2001
  • Primeira vitória Grande Prêmio da Malásia de 2003
  • Última vitória Grande Prêmio da Bélgica de 2009
  • Último GP Grande Prêmio de Abu Dhabi de 2009

Posts Relacionados

0 comentários :