GP da Belgica de 1991

08/10/2010

Bom vou responder a pergunta do TW, ele perguntou quando foi a última dobradinha brasileira.

Foi no Grande Prêmio da Bélgica realizado em Spa-Francorchamps no dia 25 de Agosto de 1991.

O fim de semana começou com um banho de Senna, mais uma vez fazendo a pole com 1 segundo de vantagem para Prost, o segundo. Mansell, postulante ao título largou em terceiro. Piquet classifica em sexto, uma posição à frente do estreante Michael Schumacher, da Jordan.


Senna larga bem e mantém a ponta. Prost tem problemas de motor e abandona na segunda volta. Mansell aproveita e pressiona Ayrton, conseguindo voltar à frente do brasileiro após ambos trocarem pneus.

Na volta 21 o motor de Mansell apresenta problemas, e Alesi assume a ponta, seguido por Senna e Piquet. Logo depois, o motor Honda de Senna apaga. Quase parando, o brasileiro consegue fazer o motor voltar a funcionar e volta à corrida ainda em segundo. Na volta 31, é a vez de Alesi ter problemas de motor e abandonar. Senna assume a ponta, com DeCesaris (!!!) em segundo e Piquet em terceiro. Porém, em duas voltas Piquet perde duas posições, para Patrese e Berger.


Faltando 3 voltas para o final, DeCesaris (motor) e Patrese (câmbio) abandonam. Com isso, Berger assume a segunda posição e Piquet termina a corrida em terceiro. Este seria o único pódio brasileiro em 17 anos.


Na classificação, Senna abre 22 pontos de vantagem sobre Mansell (71 a 49). Seria a última vitória de Senna em 91, mostrando que o tri campeonato não foi uma conquista fácil até o final.

Foi a estreia de Michael Schumacher na Fórmula 1. Sua participação durou até a subida da curva "Eau Rouge". O piloto alemão abandonou a prova com problemas na embreagem de seu Jordan número 32.

Se Schumacher foi a sensação na estreia, seu companheiro de equipe, o italiano Andrea de Cesaris se destacou na prova; nas últimas dez voltas, ele estava na 2ª posição e pressionando Ayrton Senna, o líder, que tinha problemas nas troca de marchas de seu McLaren. Faltando três voltas para o final, o motor Ford HB do carro verde número 33 estourou, e De Cesaris teve que encostar o carro e abandonar a prova. Foi a melhor corrida na carreira do piloto italiano. A equipe Jordan que estreava naquele ano na categoria não acredita no ocorrido do carro do seu piloto.

Última corrida de Roberto Moreno na equipe Benetton. 
  • Extensão da Pista e Número de Voltas 6,940 m e 44 Voltas
  • Pole Position Ayrton Senna 1'47"811
  • Volta mais rápida Roberto Moreno 1'55"161
  • Líderes por volta Ayrton Senna - 1ª à 14ª, 31ª à 44ª, Nigel Mansell - 15ª e 16ª, 18ª à 21ª, Nelson Piquet - 17ª e Jean Alesi - 22ª à 30ª
  • Pilotos que concluíram a prova 13
  • Abandonos 13

Posts Relacionados

2 comentários :

Leandro disse...

O Senna ganhou em Adelaide também a vitoria em Spa foi a penultima!

Jean Corauci disse...

Bom Leandro a pergunta era sobre a ultima dobradinha brasileira por isso o certo é o GP da Belgica