107% e a dispensa de Bruno Senna.

07/01/2011

Caro amigos do Gpexpert,

A primeira semana de um ano, normalmente, é marcada por um vazio imenso de notícias sobre F1. É comum termos notícias como as que Alonso e esposa participaram essa semana, mas nada além disso.
Porém, esta semana foi marcada por duas notícias.

Primeira: a volta da regra do tempo mínimo do 107% para a classificação dos carros.

Para quem não lembra, esta regra existiu entre 96 e 2002 e determina que um carro não pode ter um tempo pior do que 7% do tempo da pole position. Por exemplo, se o melhor tempo registrado da melhor volta for de 1 minuto, o tempo limite seria de 1 minuto 4 segundos e 2 décimos de segundo.
Na nova regra, isto seria aplicado no Q1 eliminando os carros mais lentos.
Particularmente, gosto da regra, pois evita que carros sem nenhuma condição de correr, fiquem se arrastando na pista. Entretanto, não sei, se essa regra vai pegar, por duas razões, a primeira, seria o problema financeiro que isto causaria nas equipes pequenas. Que patrocinador vai investir numa equipe pequena, sem saber se os seus carros patrocinados estarão no grid no domingo?
E outro problema, seriam as "brechas" da regra. Por exemplo, Felipe Massa teve problemas no treino classificatório do Gp Malásia de 2010 e ficou sem tempo, com a nova regra ele não poderia largar, mas vocês acreditam que ficaria de fora?
Nem eu...Com certeza, vai rolar muitos recursos e muita gente vai driblar a regra.

O Segundo fato da semana é dispensa de Bruno Senna pela Hispania.

Na verdade, não sei se foi bom ou ruim, já que dificilmente Bruno conseguirá uma vaga de piloto titular em 2011, assim como Di Grassi, mas por outro lado, ficar uma equipe tão ruim como a Hispania, que nem parece equipe de F1 devido ao seu amadorismo e a capacidade de fazer bagunça, não ajudaria em sua carreira.
Aparentemente, a melhor coisa para os dois seria buscar vagas de piloto de teste em equipes grandes, mesmo sabendo que piloto de teste não trabalha mais durante os fins de semanas da temporada. Buscando uma nova oportunidade em 2012, já que este ano o mercado parece fechado para os jovens pilotos brasileiros.
Não há muito o que fazer.
Abraços and keep yourself alive!!!




Posts Relacionados

0 comentários :