O Luto, o drama e as novidades.

09/02/2011

Caros Amigos do Gpexpert,

Esta semana deveria ser morna, mas muita coisa aconteceu. Primeiramente, o falecimento de Luis Pereira Bueno, um piloto pouco lembrado e conhecido pela "nova geração" (que já não é tão nova assim), que possui uma rica e respeitável história no automobilismo nacional. Por essa pouca lembrança dos mais novos, sua morte foi pouco divulgada nos meios de comunicação. Uma tremenda lástima, isto mostra como um povo e sua cultura são esquecidos no Brasil. Pra falar a verdade, nada de novo...

Com relação aos últimos lançamentos dos bólidos de 2011, tivemos boas novidades.
Pra começar: o último dos lançamentos, a Force India. Esta mostrou um carro interessante com relação as linhas. Um bico alto, porém, largo e robusto (até meio gordinho) e a principal mudança são as entradas de ar, colocadas nas duas laterais próximas a cabeça do piloto. Uma ideia que foi utilizada no ano passado pela Mercedes e fracassou... Vamos ver se na Force India funciona.

Marussia-Virgin: Seu novo carro é uma versão melhorada do carro do ano passado, com linhas mais finas e uma pintura um pouco modificada. Mais uma vez o carro foi feito sem túnel de vento, apenas utilizando softwares de simulação. Técnica nova, entretanto, duvidosa, que precisa provar ainda sua eficiência.
A Virgin deve começar temporada com o KERS, isto caso venha a ocorrer, será uma vantagem substancial, já o Team Lotus e a Hispania (seus principais concorrentes) não terão.

McLaren: A McLaren, como eu esperava, trouxe muitas novidades, começando pela forma de lançamento do carro. Foi muito legal ver a montagem de partes do carro, mas isso foi apenas o início das novidades. O carro possui um desenho bem diferente dos outros, pelo menos, no que diz respeito as laterais do carro, que possuem entrada de ar em L e com entradas de ar auxiliares próximas ao santantônio. Tudo isto, com o intuito de redirecionar o fluxo de ar e compensar as perdas do duto frontal e do difusor duplo.
Foi mudança brusca, parece aquelas mudanças que geram grandes melhoras ou grandes fiascos, vamos ver o que vai acontecer.

Hispania: Continua a piada de sempre, lançou um carro sem avisar quase ninguém e ainda deixou o carro parecendo um outdoor vazio. Mas pelo menos a pintura do carro é mais bela do que a do ano passado (como se isso valesse muito!).

Mas o principal fato da semana foi o acidente de Kubica. Assim como muitos, pensei a principio que foi uma doideira de Kubica se expor desse jeito e mais doida ainda, a Renault em deixar. Entretanto,vendo um pouco melhor a história. Não sou tão critico assim, Kubica tem como paixão e hobby os rallies e coloca no seus contratos, clausulas que liberam suas participações nestas corridas. Isto é ele e a Renault conheciam os riscos.
Outro fator, a maioria dos pilotos gostam de atividades de risco e os acidentes destes pilotos são raros. É claro que rally é um esporte de muito risco. O bom piloto suiço da Arrows, campeão da Fórmula 2 e ex-companheiro de Nelson Piquet na Brabham, Marc Surer, sofreu um acidente pavoroso no rally de Essen em 86. Este acidente custou a vida do co-piloto e sua carreira na F1. O acidente foi tão feio que não sei como ele escapou vivo (vídeo está no youtube).
Mas este acidente do polonês pode criar um precedente para que as equipes limitem ainda mais, a participação de seus pilotos em atividades fora da F1.

No geral foi isso, sei que tivemos muita especulação para o substituto de Kubica, mas em respeito a ele e a torcida pela sua melhora, este tema será debatido semana que vem.

abraços e keep yourself alive!!!

Posts Relacionados

0 comentários :