Ferrari e Red Bull: Luta a dois no Mundial de Fórmula 1

22/03/2011

O adiamento do GP do Bahrein serviu como um balão de oxigénio para os rivais da Red Bull encurtarem distâncias mas a verdade é que só a Ferrari parece estar em condições de chegar à ser a equipe campeã. Contudo, a Red Bull está claramente no topo e vai ser muito complicado às suas rivais inverter a situação em 2011.
Em apenas seis anos a Red Bull Racing tornou-se na equipe a ser batida, sobrepondo-se às místicas Ferrari e a McLaren de forma clara e justa em 2010. O ano de 2009 foi exceção, pois o sucesso da Brawn GP deveu-se ao fechar de olhos da FIA aos duplos perfis extratores, claramente ilegais ao regulamento. A melhor prova? O que sucedeu à Mercedes na temporada passada.
A confiabilidade foi o único ponto menos positivo da Red Bull no ano passado e por isso Adrian Newey fez algumas concessões. De qualquer forma, em termos de rapidez numa só volta o Red Bull está um passo à frente dos seus rivais. Caso Vettel tenha crescido como piloto e não cometa alguns dos erros do ano passado, vai ser muito complicado batê-lo. Mark Webber tem este ano a sua última grande oportunidade de chegar ao título, mas depois do que se passou o ano passado, quando teve o pássaro na mão, não é muito provável que consiga bater o seu jovem companheiro de equipe. Numa corrida ou outra, sim, mas no final do campeonato poucos apostarão nisso.
Ferrari como alternativa
A Ferrari não está longe da Red Bull, mas perder um bocadinho aqui e ali faz toda a diferença num campeonato tão longo. Nas corridas mais longas, quando são efetuadas simulações de Grande Prémio os homens da Ferrari não ficam longe e por isso há de se esperar que a grande experiência de Fernando Alonso e Felipe Massa dê os seus frutos face a Sébastian Vettel. Curiosamente, o fato de Montezemolo ter "batido" fortemente em quem entregou o campeonato à Red Bull em 2010 parece ter feito que os homens de Maranello estejam demasiadamente prudentes.
McLaren, Renault e Mercedes com problemas
A Ferrari é claramente a segunda equipe, pois tanto McLaren, como Renault e Mercedes estão com dificuldades para fazerem andar os seus carros de 2011. Na McLaren o problema tem origem aerodinâmica, com Button e Hamilton tendo dificuldades, tanto em performance pura como em simulação de Grandes Prémios. Na Renault, a perda de Robert Kubica, foi um grande golpe. Nick Heidfeld não está à altura do seu antigo companheiro de equipe. Na segunda metade do pelotão, depois da Williams temos a Sauber e a Toro Rosso que aparecem em posição de serem bem melhor do que em 2010. A Mercedes e a Force India parecem ter entrado num espiral descendente de que terão dificuldade de sair na primeira parte da temporada.
Evolução no segundo ano
Naquele que será o seu segundo ano no Mundial, a Lotus, HRT e Virgin já têm ambições reforçadas em comparação a 2010, e todos os dados apontam já para um encurtamento da distância face às equipes mais experientes. A Lotus é, sem dúvida, a melhor das três, na Virgin o trabalho centrou-se em tornar mais robusto o carro e a HRT parece ter encontrado os meios necessários para fazer mais do que sobreviver.
Curiosidades
  • Nos últimos 15 anos a Ferrari conseguiu 8 títulos de Construtores, a Williams, 2, e a Red Bull, Brawn , Renault e McLaren, apenas um.
  • O grande salto da equipe Red Bull foi dado de 2008 para 2009 pois o melhor que a equipe tinha conseguido até aí fora o sexto lugar em 2007.
  • Depois de vencer o Mundial de Construtores em 2008, a Ferrari caiu para quarto e terceiro lugar em 2009 e 2010.
  • A McLaren está afastada do título de Construtores desde 2007.
  • Depois da vitória da Brawn em 2009, a Mercedes não conseguiu melhor que o quarto lugar em 2010.
  • A queda desde a vitória em 2006, a Renault só em 2010 inverteu o ciclo de queda. Foi oitava em 2009.
  • A Williams desde 2008 que todos os anos sobe uma posição no Mundial de Construtores
  • A Force-India ascendeu quatro posições no Mundial em três anos. É agora a 7ª 'força'.
  • Depois de dois terceiros lugares em 2007 e 2008 como BMW, a Sauber tem caido de ano para ano.
  • A diferença Vettel na Toro Rosso: Sexto lugar em 2008, 10º em 2009.
  • Lotus foi a melhor das novas equipes em 2010

Posts Relacionados

0 comentários :