Idade não é problema

17/03/2011

Animado com a adaptação aos novos carros da F1 após uma temporada ruim e com os bons resultados dos testes de pré-temporada, Schumacher assumiu pensar em permanecer por mais um ano na categoria além do prazo do seu contrato com a Mercedes, que termina no final de 2012. Seu médico declarou que o alemão possui condição física de pilotar até os 50 anos.



Rubens Barrichello declarou, também, que não pensa em aposentadoria.

Na história da F1 muitos pilotos competem com idade avançada para os padrões esportivos, mas tal fato não é óbice para a obtenção de bons resultados. Na Fórmula 1 moderna, Nigel Mansell é um bom exemplo. O leão foi pela única vez campeão da categoria em 1992, com 39 anos de idade. No ano seguinte ainda conquistou o título da Indy.

É fato que a F1 exige muito do piloto no que diz respeito à questão física, mas desde que o piloto esteja bem preparado para suportar a pressão gerada na condução de seu carro a idade não é obstáculo para uma longa carreira.

Com a evolução da medicina, cada vez mais as carreiras serão longas e se um piloto tiver qualidade disputará muitas temporadas. Justamente por isso é que acredito que Vettel pode bater o recorde de Schumacher e conquistar mais títulos mundiais que o compatriota.

Esta é a lista dos 10 pilotos mais velhos a alinhar no grid:
Luigi Fagioli (53 anos e 22 dias)

Giuseppe Farina (46 anos e 276 dias)

Juan Manuel Fangio (46 anos e 41 dias)

Piero Taruffi (45 anos e 219 dias)

Jack Brabham (43 anos e 339 dias)

Sam Hanks (42 anos e 321 dias)

Nigel Mansell (41 anos e 97 dias)

Lee Wallard (40 anos e 264 dias)

Maurice Trintignant (40 anos e 200 dias)

Graham Hill (40 anos e 92 dias)

Posts Relacionados

3 comentários :

Anônimo disse...

Pelo jeito ainda vamos ver o Gonçalves por muitos anos...
Abçs.

orlando disse...

O anônimo .

Marcelo disse...

Para quem não sabe o Gonçalves é o Rubens...