Mark Webber volta a mostrar potencial da Red Bull

09/03/2011

Mark Webber voltou a mostrar a rapidez da Red Bull, ao marcar o melhor tempo do primeiro dia dos derradeiros testes da Fórmula 1 em Barcelona. A sessão terminou com o mexicano Sérgio Perez no primeiro posto, com uma volta 1,3 segundos mais rápida do que o australiano, mas o fato de ter ganho dois segundos apenas no último setor do circuito deixava antever que o piloto da Sauber tivesse cortado a chicane, o que efetivamente se veio a confirmar algum tempo após o final do treino.

Webber foi, então, o mais veloz com um registo de 1.22,544s, que marca o melhor tempo realizado ao longo de toda a pré-temporada no circuito de Barcelona. O australiano mostra assim a competitividade do RB7, mesmo se alguns pilotos das equipes rivais acreditam que a equipe de Milton Keynes ainda estará a 'esconder o jogo'. O seu melhor registo veio numa simulação de qualificação no final da manhã, tendo o piloto dedicado a tarde a simulações de corrida para avaliar a degradação dos pneus.

Jenson Button colocou o seu McLaren no segundo posto, com um registo 0,366s mais lento do que o de Webber, dando mais ânimo à formação de Woking. Um dos temas do dia foi a estranha frente com que o britânico foi rodando de forma intermitente e que se caracterizava por uma estranha bossa na ponta do nariz do MP4-26. No entanto, tudo não se tratava de um aparelho para compreender melhor o desenvolvimento das asas dianteiras e a carga aerodinâmica na secção dianteira.

A Renault teve hoje os seus dois pilotos a rodar, com Nick Heidfeld a iniciar o dia, para depois entregar o volante a Vitaly Petrov na parte da tarde devido a indisposição do piloto alemão. Petrov foi o terceiro, ficando a 0,393s, ao passo que o autor da quase surpresa melhor marca acabou por ficar com o quarto melhor tempo e um lugar à frente de Heidfeld.

Também a Force India teve os seus dois pilotos em ação, embora estes de forma programada, com Nico Hulkenberg a ficar encarregue de rodar da parte da manhã e Paul di Resta a rodar de tarde. O escocês acabou por ser o sexto melhor, ao passo que Hulkenberg foi o nono. Também a Team Lotus teve dois pilotos em pista, mas nenhum dos seus titulares: a formação de Tony Fernandes deu a possibilidade dos seus dois recrutas da equipe Air Asia da GP2 de rodarem com o T128. Davide Valsecchi foi o sétimo, ao passo que Luiz Razia foi o décimo melhor. Ambos causaram situações de bandeiras vermelhas, um de manhã e outro de tarde.

Sebastien Buemi foi o oitavo melhor com o Toro Rosso, também ele causador de uma interrupção na sessão, desta feita não conseguindo colocar a equipe italiana nas posições da frente, ao contrário do que haviam feito nas sessões anteriores. Jerôme D'Ambrosio terminou esta sessão no derradeiro posto da sessão, com o Marussia Virgin a concentrar-se noutras vertentes que não a da performance.

Amanhã, Ferrari, Mercedes, Williams e Hispania Racing juntam-se às demais equipes, sendo que a expetativa está na estreia do novo monolugar da equipe espanhola de Múrcia.

1. Mark Webber Red Bull-Renault 1.22,544s 97 Voltas
2. Jenson Button McLaren-Mercedes + 0,366 74
3. Vitaly Petrov Renault + 0,393 27
4. Sergio Perez Sauber-Ferrari + 1,573 90
5. Nick Heidfeld Renault + 2,191 20
6. Paul di Resta Force India-Mercedes + 2,495 38
7. Davide Valsecchi Lotus-Renault + 2,862 50
8. Sebastien Buemi Toro Rosso-Ferrari + 3,460 48
9. Nico Hulkenberg Force India-Mercedes + 3,486 31
10. Luiz Razia Lotus-Renault + 4,179 29
11. Jerome D'Ambrosio Virgin-Cosworth + 9,516 57

Posts Relacionados

0 comentários :