1969 - Jackie Stewart

20/04/2011

A Temporada de Fórmula 1 de 1969 foi a 20ª realizada pela FIA. Teve como campeão o escocês Jackie Stewart, da equipe Matra.
 
A temporada 1969 foi mais um ano dos motores Ford, agora com a equipe Brabham também usando ele. Mas o principal destaque do campeonato ficou por conta do piloto inglês Jackie Stewart.
 
Ele ficou vinte e seis pontos à frente do segundo colocado, o belga Jacky Ickx. Tamanha superioridade garantiu a sua equipe, a Matra, o campeonato mundial de construtores também.
 
Para 1969, Ken Tyrrell decidiu que não utilizaria o motor Matra e sim continuar com o motor Ford Cosworth DFV até porque era um motor que já tinha dado garantias de sucesso em outras equipes.
 
No início do campeonato de 1969, as equipes continuaram a explorar a utilização dos ailerons altos nos monolugares. Nos dois primeiros GP do ano, o mesmo vencedor, o escocês Jackie Stewart vence na Africa do Sul com o Matra MS10 de 1968 e em Espanha já com o Matra MS80 alcança nova vitória. No GP da Espanha (circuito de Montjuic – Barcelona) os dois Lotus 49B de Jochen Rindt (austríaco) e Graham Hill (inglês) sofrem acidentes por causa de falhas dos altos ailerons que estavam montados sobre as suspensões dos monolugares. Jochen Rindt, que ficou ferido nesse acidente, começou a criticar Colin Chapman devido aos frágeis componentes do Lotus 49B e a afirmar que começava a perder a confiança nos seus carros.
 
Coincidência ou não seria uma premonição do que lhe viria a acontecer em 1970?
 
Devido às constantes quebras dos altos ailerons e consequentes acidentes, os responsáveis pela Formula 1 decidiram (contra os protestos de vários construtores), nos treinos do GP do Mónaco, proibir imediatamente tais ailerons. O passo seguinte foi o desenvolvimento aerodinâmico com ailerons traseiros baixos. Entretanto na pista, o GP do Mónaco foi vencido por Graham Hill (Lotus) que assim estabeleceu o record de 5 vitórias no circuito do Mónaco; record que só viria a ser quebrado 24 anos depois, em 1993 pelo brasileiro Ayrton Senna.
 
O campeonato de 1969 foi dominado, quase completamente, pelo escocês Jackie Stewart (Matra): venceu seis vezes em onze possíveis. Conquistou o título a três provas do fim do campeonato. Desta maneira, o ano de 1969, na Formula 1, não foi muito significativo para Bruce McLaren, que no entanto conseguiu terminar o campeonato na terceira posição. Apenas conseguiu um segundo lugar no GP da Espanha e dois terceiros lugares nos GP da Grã-Bretanha e Alemanha, mais dois quartos e três quintos lugares. No entanto o seu colega de equipe, Denny Hulme, utilizando o McLaren M7A logrou vencer no último GP do ano, no México. Terminou o campeonato na sexta posição. A McLaren ficou no quarto lugar no campeonato de construtores.

 

 
Sistema de pontuação – F1 1969
  • 1º lugar – 9 pontos
  • 2º lugar – 6 pontos
  • 3º lugar – 4 pontos
  • 4º lugar – 3 pontos
  • 5º lugar – 2 pontos
  • 6° lugar – 1 ponto
Contavam apenas os cinco melhores resultados das seis primeiras corridas e os quatro melhores das cinco últimas.

Motor: 3000 cc aspirados ou sobrealimentados 1500 cc

Peso mínimo: 500 kg

Posts Relacionados

0 comentários :