O exemplo de Zanardi

15/04/2011



Alessandro Zanardi: ele é o cara.

Alessandro Zanardi é um vencedor. Nunca foi campeão da Fórmula 1. Aliás, sempre quando esteve lá, nunca teve um desempenho que o destacasse dos demais. Ganhou títulos na Fórmula Indy, onde realmente se destacou. Mas Zanardi é um vencedor e um verdadeiro exemplo de amor ao esporte. Neste domingo, o italiano volta para disputar a etapa de abertura da WTCC, em Curitiba.

Mas o que torna Zanardi tão especial? Pelo simples fato dele não ter mais as suas pernas, que foram esmigalhadas em um terrível acidente há alguns anos na Fórmula Indy. O acidente trouxe um prejuízo terrível para sua carreira e para sua vida então, nem é preciso comentar. Zanardi esteve para se aposentar. Mas o amor ao esporte falou mais alto. O piloto colocou próteses e voltou a correr. Claro, não tão competitivamente como antes, mas voltou a acelerar fundo.

Isso remete à lembrança de um outro italiano: um outro Alessandro, mas o Naninni, que correu pela Benetton, na F-1, nos anos 80. Em 1989, Naninni sofreu um acidente de helicóptero e teve o braço decepado. Mas ele fez o mesmo que Zanardi. Colocou uma prótese e voltou a correr alguns anos depois.

Zanardi e Naninni: dois exemplos de que o amor pelo esporte não terminou. E provavelmente, nunca acabará.

Posts Relacionados

0 comentários :