Contra o mal olhado

07/05/2011



Sebastian Vettel começou mal o final de semana em Istambul. No molhado primeiro treino livre, o jovem alemão bateu forte no guard-rail e os danos foram tais que Vettel não participou do decisivo segundo treino livre, com pista seca. Parecia que o piloto da Red Bull perderia sua invencibilidade com relação às poles. Porém, num circuito com grande pressão aerodinâmica como o de Kurtkoy, os carros da Red Bull se sobressaíram e numa fase esplendorosa, Sebastian Vettel deixou Mark Webber para trás e os carros azuis só precisaram de uma tentativa no Q3 para completarem a primeira fila.

O treino de hoje não foi dos mais emocionantes, começando pelo afastamento de Kamui Kobayashi da Classificação de hoje, praticamente garantindo todos os pilotos de equipes ditas estabelecidas no Q2, mesmo com a aproximação da Lotus. Isso permitiu, por exemplo, a Rubens Barrichello guardar um jogo de pneus moles para o Q2 e tentar o milagre da passagem para o Q3. Não deu. Hoje, está claro a elitização da F1 em cinco equipes grandes: Red Bull, McLaren, Mercedes, Ferrari e Renault. E os dez representates dessas equipes passaram ao Q3. A McLaren mostrou na China que guardar um jogo de pneus moles para a corrida pode ser decisivo e foi apenas a dupla mclariana que foi a pista duas vezes, não sendo muito efetivos. Vettel e Webber foram à pista, marcaram seus tempos e saíram dos seus carros. A primeira fila estava garantida. A Ferrari foi ainda mais radical. Felipe Massa, que sempre anda bem na Turquia, sequer completou uma volta no Q3 e largará amanhã com um jogo de pneus moles guardadinhos para ser usados. Quem surpreendeu foi a Mercedes, com Nico Rosberg se metendo entre Red Bull e McLaren, conquistando o primeiro top-3 da Mercedes, enquanto Schumacher amargava mais uma peia para o companheiro de equipe.

A Red Bull claramente tentará imitar a tática que deu a vitória à Lewis Hamilton na China e andará o máximo possível com os pneus macios, mas como amanhã deverá estar quente e a curva 8 sempre desgasta bastante a borracha no lado direito, é imprevisível dizer como será a prova amanhã. As novas regras trouxeram mais emoção às corridas, mas a estratégia está muito mais decisivo este ano. Por vias dúvidas, Sebastian Vettel tem desenhado no seu capacete um símbolo contra o mal-olhado.

Posts Relacionados

0 comentários :