Classe desunida...

06/06/2011


Essas imagens, um tanto "diferentes", foram postadas pelo Rianov, no Fove.

São registros da greve dos pilotos, realizada durante a semana do Grande Prêmio da África do Sul de 1982, em virtude das alterações nas regras da Superlicença.

Segundo o novo documento, os pilotos estavam proibidos de processar fabricantes, administrações de circuitos ou autoridades automobilísticas em caso de acidentes. Além disso, não poderiam trocar de equipe durante a temporada

Assim, os pilotos se reuniram no saguão de um hotel, nas imediações de Kyalami, onde, para protestar, dormiram em colchões.

Infelizmente, a classe sempre foi desunida e nesse episódio não foi diferente, já que dois pilotos furaram greve: - Teo Fabi e Jochen Mass.

A FIA, temendo a não realização da corrida, suspendeu as regras provisoriamente. Pironi e Villeneuve, que representavam os pilotos, não se contentaram com a situação e ainda tentaram boicotar os treinos. Porém, diante da forte pressão dos construtores, não conseguiram.

Depois da prova, vencida por Alain Prost, a FIA agiu com mão de ferro e multou todos os grevistas.




fonte: blogsportf1

Posts Relacionados

1 comentários :

Marcelo Mendonça disse...

Grande Jean, a respeito do tema, um tanto quanto inusitado na F1, vale a pena ler este post: http://www.bedelho.com.br/2011/02/1982-greve-dos-pilotos/#more-2049