9 sucessores que falharam

03/07/2011

Nelsinho Piquet   Após terminar na segunda posição da GP2, em 2006, o filho de Nelson Piquet, partiu para a F1, no ano seguinte, como piloto de testes da Renault. Foi promovido em 2008 e assumiu uma vaga de titular na equipe francesa. Sem um bom desempenho, Nelsinho acabou se envolvendo
em uma grande polêmica no GP de Cingapura, em que forçou um acidente para beneficiar seu companheiro, Fernando Alonso. Deixou a categoria e atualmente compete na Nascar Truck Series  Foto: Getty Images
Nelsinho Piquet
Após terminar na segunda posição da GP2, em 2006, o filho de Nelson Piquet, partiu para a F1, no ano seguinte, como piloto de testes da Renault. Foi "promovido" em 2008 e assumiu uma vaga de titular na equipe francesa. Sem um bom desempenho, Nelsinho acabou se envolvendo em uma grande polêmica no GP de Cingapura, em que forçou um acidente para beneficiar seu companheiro, Fernando Alonso. Deixou a categoria e atualmente compete na Nascar Truck Series

Christian Fittipaldi   Sobrinho de Emerson Fittipaldi, competiu por três anos na F1 por equipes modestas como Minardi e Arrows, e decidiu se transferir para os EUA. Atualmente, o piloto corre em provas de turismo  Foto: Getty Images
Christian Fittipaldi
Sobrinho de Emerson Fittipaldi, competiu por três anos na F1 por equipes modestas como Minardi e Arrows, e decidiu se transferir para os EUA. Atualmente, o piloto corre em provas de turismo.

Ralf Schumacher   Irmão mais novo de Michael, Ralf correu por Williams, Jordan e Toyota na F1. Venceu seis provas, mas não deixou saudades quando abandonou a categoria em 2007  Foto: Getty Images
Ralf Schumacher
Irmão mais novo de Michael, Ralf correu por Williams, Jordan e Toyota na F1. Venceu seis provas, mas não deixou saudades quando abandonou a categoria em 2007

Michael Andretti   Filho de Mario Andretti (campeão da F1 em 1978), Michael teve sucesso e foi campeão na Indy, mas falhou no momento mais decisivo da carreira. Em 1993, o piloto foi para a McLaren e virou motivo de piada
em sua passagem
desastrosa pela Fórmula 1. Voltou para os Estados Unidos, mas não conseguiu mais ser campeão e nunca venceu a sonhada Indy 500. Nos dias de hoje é dono de equipe na categoria  Foto: Getty Images
Michael Andretti
Filho de Mario Andretti (campeão da F1 em 1978), Michael teve sucesso e foi campeão na Indy, mas falhou no momento mais decisivo da carreira. Em 1993, o piloto foi para a McLaren e virou motivo de piada em sua passagem desastrosa pela Fórmula 1. Voltou para os Estados Unidos, mas não conseguiu mais ser campeão e nunca venceu a sonhada Indy 500. Nos dias de hoje é dono de equipe na categoria

Leo Mansell   Sem muito sucesso nas categorias de monopostos, atualmente o filho de Nigel Mansell compete em provas de endurance e turismo  Foto: Getty Images
Leo Mansell
Sem muito sucesso nas categorias de monopostos, atualmente o filho de Nigel Mansell compete em provas de endurance e turismo.

Mathias Lauda   No início da carreira, o filho de Niki Lauda, correu por categorias menores do automobilismo internacional. Em 2005, fracassou na GP2 e agora compete em corridas de turismo  Foto: Getty Images
Mathias Lauda
No início da carreira, o filho de Niki Lauda, correu por categorias menores do automobilismo internacional. Em 2005, fracassou na GP2 e agora compete em corridas de turismo.

Nicolas Prost   Com resultados apenas discretos nas categorias de base, o filho do tetracampeão Alain Prost não conseguiu chegar à F1 e é mais um que está nas categorias de turismo  Foto: Getty Images
Nicolas Prost
Com resultados apenas discretos nas categorias de base, o filho do tetracampeão Alain Prost não conseguiu chegar à F1 e é mais um que está nas categorias de turismo

Tomas Scheckter   O sul-africano é filho de Jody, campeão da F1 pela Ferrari em 1979. Foi piloto de testes da Jaguar em 2001, mas foi demitido por conta de confusões fora da pista. Atualmente compete nos Estados Unidos  Foto: Getty Images
Tomas Scheckter
O sul-africano é filho de Jody, campeão da F1 pela Ferrari em 1979. Foi piloto de testes da Jaguar em 2001, mas foi demitido por conta de confusões fora da pista. Atualmente compete nos Estados Unidos
Bruno Senna   O sobrinho de Ayrton Senna começou a carreira tarde e foi vice-campeão da GP2 em 2008. Na temporada seguinte, era o favorito para ser um dos pilotos da Honda, mas foi surpreendido com a saída dos japoneses da F1 e acabou a pé. No ano passado, competiu pela fraca Hispania,
mas não conseguiu mostrar todo o seu potencial e atualmente é piloto reserva da Lotus Renault  Foto: Getty Images
Bruno Senna
O sobrinho de Ayrton Senna começou a carreira tarde e foi vice-campeão da GP2 em 2008. Na temporada seguinte, era o favorito para ser um dos pilotos da Honda, mas foi surpreendido com a saída dos japoneses da F1 e acabou "a pé". No ano passado, competiu pela fraca Hispania, mas não conseguiu mostrar todo o seu potencial e atualmente é piloto reserva da Lotus Renault

Posts Relacionados

0 comentários :