McLaren e Ferrari batem a Red Bull em Hungaroring?

27/07/2011

O campeonato de F1 volta a correr neste final de semana, todos os olhos se voltarão para Hungria no circuito de Hungaroring.

Depois de perder as ultimas duas corridas a RedBull procura voltar ao topo, enquanto suas adversárias buscam se manter a frente.

Esta prova será a última prova antes de um merecido descanso de cerca de um mês para os integrantes da F1.

O circuito é lento, quente e sem grandes pontos de ultrapassagem, embora Mansell tenha feito uma das mais incríveis ultrapassagens neste curcuito,


O Grande Prémio da Hungria acaba sendo um dos mais exigentes da temporada, já que não só os pilotos têm de enfrentar 70 voltas num circuito muito sinuoso e sem grandes retas para descansarem, como também deverão ter de enfrentar o calor abrasador que faz em Budapeste por esta altura do ano.

A McLaren chega à Hungria no topo depois de vencer a prova alemã quando poucos achvam que isto aconteceria, em especial devido a que a equipe apresentou na corrida anterior, em Silverstone. O retorno da permissão para utilização dos gases de escape na zona do difusor em fase de desaceleração voltou a colocar os MP4-26 na luta e Lewis Hamilton mostrou toda a sua agressividade ao vencer em Nürburgring. Se Hamilton chega muito motivado fruto do seu triunfo, já Jenson Button procurará voltar à briga pelas posições da frente.

Mas também a Ferrari tem razões para sorrir, já que conseguiu bater a Red Bull na Alemanha depois de feito também isso na Inglaterra, mostrando que a competitividade dos 150º Italia está mesmo em progressão. Se na corrida do ultimo final de semana, as baixas temperaturas jogaram contra - cujas dificuldades em colocar os pneus à temperatura ideal são conhecidas - o calor e os pneus macios deverão ajudar a Ferrari a manter-se na luta pelas posições da frente, em especial pelas mãos de Fernando Alonso.

Contudo, nem McLaren nem Ferrari partem com o estatus de favoritas em Hungaroring. Isto porque num traçado sinuoso que exige mais em termos de eficiência aerodinâmica, os RB7 voltam a estar mais à vontade para evidenciarem a sua vantagem, tal como fizeram no ano passado depois de também terem sido batidos na corrida anterior, então em Hockenheim.

Mark Webber bateu claramente Sebastian Vettel na Alemanha, com o jovem alemão tendo aquele que foi o seu pior resultado da temporada, com isso será interessante observar qual será a resposta do líder do campeonato já na Hungria e depois de no ano passado ter perdido a vitória que parecia certo para o seu companheiro de equipe.

Atrás das três equipas, também deverá ter lugar uma luta interessante com a participação dos pilotos da Mercedes GP, Renault e Force India. A primeira não tem conseguido estar à altura dos desafios a que se propôs no início da temporada, enquanto a segunda procura recuperar a competitividade perdida e recuperar o quarto lugar do campeonato de construtores.

fonte: autosport.pt

Posts Relacionados

0 comentários :