Especial Monaco Parte 4: As grandes barbeiragens em Mônaco

02/08/2011

Uma sequência de papagaiadas cometidas nas ruas do principado de Mônaco. Tem batida para todos os gostos: envolvendo campeões mundiais, em treino, sozinho, com um monte de carros, etc…

A mais clássica de todas. A batida em 1989 entre Nélson Piquet e Andrea de Cesaris no Loews, a curva de 180°da F-1. Só faltou o Piquet e o De Cesaris descerem do carro e caírem no soco..

Acho que o Piquet fez o que todo mundo sempre quis fazer com o De Cesaris: avacalhar uma corrida dele do mesmo jeito que ele fazia com os outros. Parece uma discussão de trânsito e não uma corrida de Fórmula-1… E uma dúzia de carros esperando para poderem passar…

Esta do péssimo brasileiro Ricardo Rosset eu não conhecia. Nos treinos classificatórios do GP de 1998, ele vai dar meia-volta depois de rodar sozinho e faz esta bisonhice… Reparem que, depois disto, ele ficou fora dos 107% e não largou na corrida.

Neste mesmo dia, ele cometeu outro erro inacreditável: passou reto em uma curva, colocou a ré e… não tirou! Foi voltando, voltando, voltando até “lembrar” de colocar o “morto”, a primeira marcha e aí sim andar para FRENTE. Acho que ele queria dar a volta inteira em marcha ré…

Batida na clássica Saint-Devôte, largada do GP de 1980. O irlandês Derek Daly decola após um acidente causado pelo então novato Alain Prost.



Posts Relacionados

1 comentários :

Teté disse...

Show de bola Jean! Esses posts especiais de Mônaco ficaram demais!!
Parabéns!