O Inesperado

03/08/2011

Caros Amigos do Gpexpert,








O título do post desta semana se refere ao vencedor do GP da Hungria, o sempre inesperado Jenson Button.

Este piloto que pintou como um prodígio na F1 em 2000, passou por um anônimo durante quase uma década.Quando num momento raro de cinderela, a equipe Brawn surgiu como um raio e foi campeão, derrotando um Barrichello que parecia ser um piloto de maior experiência e mais perto de um título.

Depois foi para a Mclaren dando pinta de seria um mero segundo piloto de Lewis Hamilton, mas tanto no ano passado como neste ano, tem equilibrado forças com o compatriota e tem se especializado em ganhar corridas com chuva, com necessidade de uma boa estratégia e um nível equilibrado de agressividade, e quando menos se espera.

Neste domingo, quando completava seu GP número 200 e no mesmo lugar que venceu pela primeira vez há 5 anos, Jenson, mais um vez, surpreendeu, venceu e convenceu. Saiu com o moral elevadíssimo e passou acreditar num sonho impossível, tirar 100 pontos e vencer o campeonato. Se pensarmos seria impossível, mas com Jenson Button, o inesperado acontece...

Outra curiosidade de Jenson Button, além de ser um piloto que acumula pouquíssima antipatia de todos, consegue enrolar como poucos a namorada. Este sabe correr do altar!!!Bravo, Button.

Voltando ao restante da corrida, se a RBR amargou mais uma derrota e entrou na descendente (como parece), a corrida foi muito boa para Vettel que aumentou a diferença na liderança, mais um vez não foi brilhante, mas foi correto. Agora resta ver, qual será o seu prejuízo nas pistas de alta e continuar trabalhando para o título, mas vai precisar ganhar corridas.

Alonso capitalizou um pouquinho (embora não parece) e promete muita força nas próximas corridas. Hamilton, mais uma vez, errou, não só na tática, mas no excesso de agressividade. Tomou uma punição equivocada (eu acho!), mas mesmo assim, perderia uma corrida que tinha tudo pra levar com sobras.

De resto, só faço grande menção a Buemi, que largou na última fila e chegou nos pontos. Uma corrida excelente. Faço outra menção a D´Ambrosio que conseguiu uma proeza de rodar nos boxes, coisa que eu não me lembro de ter visto em 25 anos que acompanho a F1. E é só, nem as muitas muitas ultrapassagens de Massa salvaram sua corrida.

Nestas férias de F1, sempre foi tradição a temporada de fofocas e boatos de quem fica e quem muda para a próxima temporada, mas este ano, o mercado parece muito engessado e com quase nenhuma mudança para 2012. Será um mês que apenas o túneis de vento devem trabalhar e no silêncio.

abraços and keep yourself alive!

Posts Relacionados

0 comentários :