Talento não vem de berço

22/08/2011

A coluna post do Leitor desta segunda foi enviada por Leandro,ele esqueceu de colocar o sobrenome e a cidade, mas o mesmo vem falar da família fittipaldi.

Família Fittipaldi em 1973

Não é de hoje que nos deparamos com o ingresso de pilotos que levam o sobrenome de algum familiar que fez sucesso - ou não - na maior categoria do automobilismo mundial. Curiosamente na maioria dos casos a geração passada foi melhor que a atual.

O brasileiro Christian Fittipaldi quando entrou na Fórmula 1 tinha a responsabilidade de carregar o nome daqueles que abriram as portas do automobilismo mundial para o Brasil, Emerson e Wilson Fittipaldi. Christian teve uma curta passagem pela categoria e não obteve resultados expressivos, provando que não basta ter um sobrenome forte.

Na família Villeneuve a coisa foi um pouco diferente. O ex-piloto Gilles Villeneuve nunca venceu um campeonato, mas dizem que foi um piloto brilhante no período que esteve na Fórmula 1. Seu filho, Jacques Villeneuve, não chegou a ser espetacular durante sua carreira e mesmo assim alcançou o triunfo que o pai não havia alcançado. Alguns afirmam que este título parou nas mãos do Villeneuve errado.

O único filho de piloto campeão que teve o privilégio de comemorar uma conquista foi Damon Hill. Mas, a história diz que seu pai, Graham Hill, foi muito superior, tanto nas conquistas quanto no desempenho dentro das pistas.

Outro que tentou fazer carreira na Fórmula 1 foi o filho do tricampeão Nelson Piquet, que leva o mesmo nome do pai. Nelsinho foi mais um piloto que carregou um sobrenome de peso e não conseguiu desempenhar um bom papel. O brasileiro sofreu com os maus resultados, foi por várias vezes cogitada sua demissão da equipe Renault. Até o escandalo que acabou com sua saída da categoria. Nesta curta passagem pela categoria, o garoto não chegou nem perto de seu pai.

Bruno Senna é o outro que tentou asorte naa Fórmula 1 para seguir os passos do tio, o gênio Ayrton Senna. Infelizmente correu em uma equipe horrível e hoje é piloto de teste da Renault Lotus.

Mesmo as estatísticas não sendo muito favoráveis, quem sabe no futuro apareça um filho de Lewis Hamilton, Fernando Alonso ou Jenson Button que seja melhor que o pai.

Posts Relacionados

0 comentários :