Sem Brasileiros em 2012?

02/11/2011

Caros Amigos do Gpexpert,

Depois desse fim de semana, as coisas estão esquentando na F1, mas não é na pista.


Primeiramente, vamos a corrida.
O GP da Índia foi uma cópia fiel do campeonato de 2011. Vettel e RBR sobrando na pista, um eficiente Button, um Alonso fazendo o que pode, Felipe Massa e Hamilton metidos em confusão e a Mercedes logo atrás, com Schumacher enquadrando a sua estratégia de corrida a F1 atual.
Com relação a Massa e Hamilton, acho que o erro foi de Felipe, que deixou Hamilton colocar meio carro por dentro e ficando sem a preferência da curva, fechou a porta e causou o acidente. Porém, não sei se foi correta a punição, já que não houve vantagem por parte de Massa e sim, prejuízo dos dois. Muito provavelmente a punição se deve a quebra do spoiler do britânico.

Muito se fala da grande rivalidade entre os pilotos, mas a verdade é que essa rivalidade não é tão grande assim como se pensa. Tudo é fruto da má fase que os dois vivem dentro na pista e do desespero de ambos em obter bons resultados. Por isto está sendo comum, a falta de paciência dos dois na pista e os frequentes acidentes envolvendo os dois pilotos. Tanto é que eles já se envolveram em batidas e acidentes com outros pilotos nessa temporada.
Entretanto, o que está esquentando o paddock é a movimentação da troca de pilotos para 2012. Curiosamente, semanas atrás, discutíamos o fato do mercado estar engessado.
Isto mudou a partir de dois fatos ocorridos nos últimos tempos:

O primeiro a se destacar, é um "afundamento" ainda maior da Williams nesta temporada.
Após um início muito ruim, esperavasse que os inúmeros pacotes aerodinâmicos trazidos pela equipe melhorassem os resultados, coisa que não ocorreu. Pelo contrário, a equipe decaiu ainda mais e agora chega a andar atrás dos carros do Team Lotus! (Pasmem!). A temporada é traumática, a pior da história da equipe .

Frank Williams, traumatizado também, começou a correr para evitar um futuro mais sombrio ainda para a sua equipe. Buscou o motor Renault, o engenheiro da McLaren e procura mais "caixa" para aumentar os investimentos na equipe.

Eis que surge a sacada de Kimi Raikkonen. Sem poder dispensar Maldonado, o velho Frank apelou para uma estratégia que foge dos seus princípios. Resolveu, também usar a segunda vaga de sua equipe como fonte de verbas para sua equipe. Raikkonen, bom piloto, campeão do mundo e disposto a voltar à F1, é a jogada que a Williams precisa trazer novos investimentos e publicidade para equipe.

A ideia será boa? Não sei, pois ninguém sabe como estará a forma de Raikkonen para correr na F1 e será que estas mudanças serão suficientes para elevar o nível da Williams?!

A atitude de Frank Williams não é louvável, mas compreensível. Outra temporada dessas e seria o fim da gloriosa equipe. Até por quê, embora Barrichello tenha mais pontos que Maldonado nesta temporada, nos últimos tempos o brasileiro vem sendo superado pelo Venezuelano e nenhum chefe de equipe é obrigado a ficar com piloto que não quer.

O problema é que a maneira que coisa foi conduzida. Há pouco tempo atrás, nem se cogitava a possibilidade de Barrichello sair da equipe, mas o tempo foi passando,os boatos aumentando, a Williams foi se calando, a impressa informando as negociações e Barrichello foi ficando isolado e desinformado a cada dia que passava.

E hoje, a impressa finlandesa informa que no GP de Abu Dhabi será feito anuncio oficial...

Se a Williams não queria mais Barrichello, já devia ter se posicionado a mais tempo e ter deixado o brasileiro ter ido buscar outra equipe ou ter já informado de forma mais digna sua aposentadoria. Este foi o da Williams, faltou um pouco de coerência nas coisas.

O outro fato que está mudando a "dança dos pilotos" é o interesse da Renault em contar com Robert Kubica. Enquanto pensavamos que a Luta se resumiria a Senna e Grosjean, a Renault catapultou esta ideia e mostrou que não está satisfeita com as opções que tinha na mão, ou que busca alguém mais experiente.
Vendo as condições de Kubica, fica difícil crer que ele volte em 2012. Se a Renault quer um piloto experiente, é uma das poucas esperanças que restam para Barrichello ficar na F1( Pasmem, novamente!!).
Desde já, isto cria um reboliço no mercado, que já conta com outros pilotos não "tão" firmes em suas equipes para 2012: diga-se Kovalainen na Lotus( Inexplicavelmente, pois este para mim é melhor que Trulli) e Buemi na STR que pode ser sacado para entrada de Ricciardo.

Porém, você pode perguntar, mas por que o título do post de hoje?
Se Senna e Barrichello têm futuro incerto na F1, mais uma hoje surgiu, já que Nico Rosberg teria ido a fábrica da Ferrari e já há quem diga que Massa não faria parte da equipe para 2012, tal descontentamento com seus resultados.
Entretanto, essa eu não creio...

Acompanharemos os próximos capítulos da novela acima.

Abraços and keep yourself Alive!!

Posts Relacionados

0 comentários :