Do World Circuit até o GP4

19/01/2012


Bom galera o Marcelo fez um post falando sobre a corrida inesquecível que ele fez no GP3 e com isso despertou em mim a vontade de falar sobre a tragetória do GP3.

Tenho certeza que posso falar em nome do co-fundador do blog o Alexandre Rangel que para nós o GP3 foi o melhor jogo de F1 de todos os tempos. Sei que irão falar que hoje temos simuladores infinitamente melhores e mais realistas, mas lá em meados de 99 o que a tecnologia podia fazer de melhor era o GP3 e com certeza até hoje muita gente ainda tem o GP3 no micro para poder jogar.

Vou contar minha história com simuladores de corrida. Tudo começou lá na infância onde nos fliperamas tinha duas máquinas de corrida, uma que podiamos jogar em pé mesmo com um volante um acelerador e um cambio, no jogo você sempre andava em linha reta e só tinha a opção de desviar dos carros e as vezes aparecia se não me engano um caminhão dos bombeiro, essa era uma das máquinas, mas a minha preferida era uma onde você entrava sentava, tinha volante, marcha, acelerador e freio, record-meo que tinhamos 4 tipos de circuito, um oval, um que vim a descobrir depois que era a pista antiga do Monte Fugi, uma era Suzuka e a outra não me recordo, o jogo era o Pole Position, neste simulador você fazia curvas, trocava somente uma marcha, mas já podia fazer a classificação e depois fazia a corrida que compreendia em 4 voltas. Este jogo hoje eu tenho uma versão bem parecida em um console que é só um joystick que vem vários jogos de fliperama da Namco.

Continuando minha evolução no mundo dos simuladores, chego no Enduro do Atari, na época no máximo eu chegava na 4ª fase, e eu sempre ouvia falar de um troféu que aparecia na 5ª mas eu nunca tinha conseguido, a uns 4 anos baixei o emulador do jogo e ai sim consegui jogar por horas e realmente existe o troféu e eles vão se multiplicando conforme você passa 5 fases e para meu espanto o jogo não tem fim, cheguei até a 99ª fase que era onde eu achei que seria o limite e mesmo assim o jogo continua. No Atari tinham alguns outros jogos de corrida, mas nada que eu recorde muito bem.
Depois veio o Master System que não teve muita coisa boa sobre F1, mas ai chegou o Super Monaco GP no Mega Drive que aí sim surpreendeu, era um jogo realmente que valia a pena e para quem jogou e fez o campeonato vai se recordar do Bug que o jogo tinha da primeira para a segunda temporada que com você sendo campeão ou continuava na equipe Madonna (que era a Mclaren do jogo) ou ia para ela automáticamente sendo o campeão, mas o o bug não era esse, o bug era que nas duas primeiras corridas o carro da equipe que simulava a Tyrrell com o Alesi te desafiava e simplesmente pulava de um lugar para outro na pista, fazendo com que você perdesse o lugar na Madonna. Bom quem jogou este jogo vai se recordar do G. Ceará que era o Senna, finhamos ainda o Piquet e outros pilotos.

Minha vida nos consoles de video-game ficaria morta até o surgimento dos games do Wii e agora do PS3, mas não vale a pena falar deles agora.
Voltando ao passado entre o Master System e o Mega Drive também entrei na vida dos computadores, tinhamso lá o PC XT com o Grand Prix e alguns outros jogos, mas o negócio começou mesmo no PC 386 DX4 com o World Circuit ai sim o negocio começou a ficar bom, neste jogo o que podemos chamar de GP1 a temporada é a de 1990, os nomes dos pilotos e das equipes vem errado, mas você pode consertar e depois de alguns anos começou a ter a possibilidade de mudar a cor dos carros e dos capacetes podendo até colocar a temporada que você desejasse, mas os modelos dos carros continuava sendo o de 1990.

Nesta época eu e alguns amigos organizavamos corridas lá em casas, cada corrida demorava mais ou menos um final de semana e para quem não sabe é possível em todos os jogos tanto do GP1 até o GP4 jogar várias pessoas em uma única máquina, pois quando um corre a máquina corre para o outro e assim vai mudando entre os jogadores. Bom esse era o jeito de jogar um campeonato com os amigos já que Internet ou mesmo jogo em rede não existia.

Nesta época que eu aprendi jogar com o botão do F1 do teclado que funcionava da seguinte forma, você apertava o botão antes de entrar na curva e com isso o carro brecava sozinho e depois apertava novamente ao sair da curva para o carro acelerar mais rápido com isso você ganhava tempo, este mecânismo vai até o GP4.
Alguns anos se passaram e veio o GP2, eu tinha o jogo mas o meu 386 não dava conta de rodá-lo com todos os gráficos e ai sim já tinha algumas mudanças possíveis para fazer no jogo como por exemplo, mudar o cockipt e algumas outras coisinhas, quase não joguei o GP2.
Mais alguns anos e ai sim veio o GP3 com a temporada de 98 para jogarmos, o jogo apareceu em meados dos anos 2000 eu dava aula e meu companheiro de trabalho era o Alexandre Rangel que foi aí que vimos que adoravamos a F1 e tivemos a ideia de fazer o GP Expert e nesta época também que eu apresentei para ele o GP3.

A princípio ele só via eu jogando e gostava de fazer acerto para os carros, mas depois de um tempinho pegou gosto pelo jogo e começou a observar como eu utilizava o F1 do teclado e começou a copiar. Nesta época a internet estava começando a bombar no Brasil e começou a chover atualizações para o GP3, ai você podia mudar tudo no jogo, desde o modelo do carro até incluir novas pistas e nesta época eu e o Rangel entre uma aula e outra faziamos nosso campeonato de F1. Acabamos fazendo nesta época um levantamento sobre os pilotos para podermos fazer um campeonato com os carros no modelo de 88, mas as pinturas dos carros eram de vários anos e os pilotos deste Patch que fizemos eram quase todos campeões da F1, digo quase todos porque não tinhasmos 20 campeões do mundo na época.

Neste período baixavamos da net várias pistas e vimos como eram as pistas dos passado e descorimos que lá sim era gostoso correr e lá sim tinha o desáfio. Em nossos campeonatos o Rangel tinha um estilo dieferente de mim para pilotar no GP3 ele entrava mais suave nas curvas poupando o carro e com isso ele sempre tinha um carro melhor no final da prova, eu como ele gostava de dizer era win or wall (vitória ou muro), bom como dava para mudar os capacetes dos piltos, meu capacete era de um lado o do leão da F1 Nigel Mansell e do outro lado tinha o Juan Pablo-Montoya, ou seja meu negócio era fazer ou tentar fazer volta mais rápida atrás de volta mais rápida e com isso no começo da prova eu abri de diferença um caminhão e tentava administrá-la até o final da prova, às vezes dava certo outras não, mas até hoje não consigo fazer o tempo que o Rangel fazia na Hungria.
Depois veio o GP4 que mudou completamente a realidade do jogo, os carros passaram a andar praticamente sozinhos, mas ou menos como a F1 era na época e com isso um pouco da graça sumiu apesar dos gráficos realistas para a época, no começo não tinha muita coisa para o colocar no jogo ou seja você tinha que jogar com a temporada e com o carro do jeito que estava, mas uma vantagem é que cada carro já tinha seu modelo, depois de um tempo sairam vários patch para o jogo onde você podia trocar a temporada, mas dava um trabalho imenso para colocar o patch para rodar no jogo e nem sempre dava e com isso ainda era melhor continuar no GP3.

Hoje temos uma infinidade de simuladores um mais realista que o outro, mas se você quizer correr ao lado de Gilles Villeneuve, Ayrton Senna, Alain Prost vai ter que desembolsar uma graninha para ter os patchs, ou mesmo se você comprar os ultimos jogos de PS3, Wii ou PC que são é F1 2011, você não terá outras temporadas, vai ter que ficar com Alonso, Barrichello, Massa.

E para quem é do tempo do World Circuit vai recordar que era muito dificil conseguir colocar os jogos para rodar ou ter som no jogo, porque placa de som era um luxo e depois ter placa de video era mais raro ainda, hoje qualquer micro tem placa de som, alias a maioria nem sabe o que é placa de som. E o video já suporta quase tudo e o pessoal de hoje dificilmente vai se preocupar com a memória ram do computador.

Bom pelas pistas disponiveis, pelas temporada que você pdoe colocar e pelas mudanças possiveis no GP3 para mim com certeza é o melhor jogo. Hoje com certeza se alguém procurar na Internet vai achar o jogo para baixar e muita coisa para ele, o meu ta gravado em um CD e as vezes pego o mesmo para matar a saudade dos campeonatos de GP3 e a minha fotinha que fica em meu profile do blogspot é a mesma que eu utilizava no GP3.

Posts Relacionados

3 comentários :

Rafael Schelb disse...

Rapaz... joguei Muito Super Monaco GP... Depois fui pros F1 do PS, F1 Challenge, que joguei muito tempo e hoje tô rFactor.

Marcelo Necro disse...

Qual era o tempo do Rangel e o de você, Corauci na Hungria.
Na Hungria, faço 1.20 facinho, até faço 1.19 de vez em quando.
Quanto ao negócio de fazer as curvas suaves, comigo não tem esse negócios não. Em todas as curvas eu freio bruscamente, trava os pneus, sai um bocado de fumaça e ainda faço a volta mais rápida.
Valeu.
Marcelo Necro.

João Carlos Viana disse...

Lendo este post, peguei no GP3 que comprei no Extra e foi o jogo de F1 que mais joguei... eu controlava mais o carro do que F1 2010, que por sinal, também é ótimo. Mas os tempos do GP3 eram outros e melhores...