Brasil iniciam F-1 com 3º maior jejum de vitórias

15/03/2012

O brasileiro Felipe Massa pilota sua Ferrari durante testes na EspanhaFelipe Massa inicia nesta quinta-feira sua sétima temporada pela Ferrari, enquanto Bruno Senna estreia na Williams. Apesar de pilotarem por equipes rivais, a dupla inicia a 63ª edição da F-1 com um desafio em comum: encerrar o jejum de vitórias do Brasil.

Faz mais de dois anos que um brasileiro venceu pela última vez um GP e desde então, nas 42 provas disputadas, o máximo alcançado foram cinco pódios. Na história, o tabu atual é o terceiro maior entre pilotos nacionais.

Foi Rubens Barrichello quem conquistou a última vitória, quando ganhou o GP da Itália, em setembro de 2009, pela Brawn. Neste ano ele vai correr na Indy.

Barrichello foi também o último a se aproximar do título da categoria. Ficou em terceiro em 2009, 18 pontos atrás do inglês Jenson Button, da McLaren.

O maior jejum até hoje foi entre 1994 e 2000. Barrichello, então na Ferrari, venceu na Alemanha e quebrou a série de 108 provas sem vitórias, iniciada após Ayrton Senna, então da McLaren, vencer a última prova de 1993, na Austrália.

O segundo maior foi de 70 provas sem vitórias, entre julho de 1975 e março de 1980. A série começou após a vitória da Emerson Fittipaldi, da McLaren, no GP da Inglaterra, e terminou com o pódio de Nelson Piquet, da Brabham, nos Estados Unidos.

Neste ano, Massa e Bruno Senna têm outro desafio para superar. As equipes dos pilotos vêm de temporadas sem tanto destaque. E nos 12 dias de testes de pré-temporada na Espanha não conseguiram empolgar seus torcedores.

A Ferrari foi além e não empolgou os próprios diretores, que já descartam pódio nas primeiras provas. Stefano Domenicali, chefe da equipe, afirmou no último fim de semana que os objetivos não foram alcançados e que o carro desagrada.
Somente o espanhol Fernando Alonso conseguiu liderar um dos treinos. Foi no último dia da primeira bateria, em Jerez. Massa deu nota cinco para o modelo F2012, chegou a dizer que ainda faltava muito para ter um carro competitivo.

O brasileiro Bruno Senna testa a Williams no circuito de Montmelo, na EspanhaO brasileiro tem também um tabu pessoal para quebrar. Ele estreou na F-1 em 2002 e demorou 66 provas para vencer pela primeira vez. Desde então ele vive o maior jejum. São 48 provas e três anos sem alcançar o posto mais alto do pódio.

No ano passado sua melhor colocação foi um quinto lugar, algo que ocorreu seis vezes, enquanto Alonso foi ao pódio dez vezes. Massa também colecionou polêmicas com o inglês Lewis Hamilton, da McLaren. Neste ano, adotou um tom mais amigável e otimista. É o que a equipe espera para um temporada melhor.


fonte: uol.com.br

Posts Relacionados

0 comentários :