Entenda e veja como deve ficar Interlagos a partir de 2013

09/05/2012

A construção da nova área de boxes para 2013 no padrão internacional na Reta Oposta do autódromo de Interlagos muda todo o eixo de concentração do circuito nas corridas, especialmente na F-1. A largada, a torre de controle e até o pódio não serão mais na atual Reta dos Boxes, pelo projeto apresentado pela SPTuris, administradora do local, com a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), nesta quarta-feira.

À esquerda, o autódromo atualmente; já à direita, com contorno vermelho, os novos boxes, na Reta Oposta

Toda a movimentação ficará concentrada no miolo onde atualmente é um matagal, do lado esquerdo da pista, observando no sentido de corrida. O paddock, área de circulação das equipes e vips, ocuparia parte do espaço que atualmente recebe um estacionamento. Até o portão principal passa da avenida Senador Teotônio Vilela, onde fica o 7, para a avenida Feliciano Correia/Estação. A intenção é privilegiar o acesso pela estação Autódromo da CPTM (Linha 9).

Os novos boxes terão o tamanho exigido pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo), assim como a nova Torre de Controle.

Segundo Everaldo Júnior, diretor de Eventos da SPTuris, "o local será funcional, sem nenhum projeto ao nível de circuitos como Dubai ou Abu Dhabi", avisa. A reta, por exigência de segurança na saída dos boxes (que ficarão na subida do Laranjinha), pode ganhar alguns metros, mas isso ainda não está confirmado.

O atual boxe perderia os dois andares que possui (ficariam só os boxes e o mezanino) e continuaria sendo utilizado em provas nacionais. Com isso, a área de visão das arquibancadas na reta seria ampliado, inclusive, já que o setor é mais alto.

O projeto prevê a construção de arquibancadas definitivas na área entre a reta Oposta e o antigo Retão, que será transformado em uma pista de arrancadas. O desejo da SPTuris é conseguir uma arquibancada que gire de lado de acordo com o evento, já que as duas pistas são paralelas.

Nesta mesma área, junto com o lago, seriam construídos, no futuro, um parque, o Museu do Automóvel (ou da Indústria Automobilística), quadras e a área de mata seria reflorestada. No entorno do autódromo seria construído ainda uma ciclovia.

Para a construção do novo setor e da reforma da Curva do Café, a Prefeitura de São Paulo aguarda a finalização do projeto técnico (para inclusive definir o custo da obra), o que acontece até o fim de maio, para então abrir a licitação, e iniciar as obras depois do GP do Brasil deste ano, em novembro.

O projeto completo para o autódromo de Interlagos, com a área do parque, museu e até uma ciclovia

O projeto inteiro faz parte de um plano diretor para a região de Interlagos, que será concluído até o final do ano, para ser entregue à próxima administração, pois acontecem eleições municipais neste ano.

fonte: folha

Posts Relacionados

0 comentários :