No Sense

18/05/2012

Caros Amigos do Gpexpert,

O campeonato de 2012 da Fórmula1 está imprevisível. Quando não se espera mais surpresa alguma, aparece algo (ou alguém ) de novo e nos deixa sem palavras. O que dizer da vitória de Maldonado na Espanha?

O mais incrível desta vitória é que não foi acidental! O carro de Maldonado andou bem no sábado e no domingo. Não foi só uma questão de estratégia, ele foi rápido o tempo todo e aguentou a pressão de Alonso.Uma vitória sem questionamentos, talvez apenas a desclassificação de Hamilton ajudou, mas mesmo que o Venezuelano fosse o segundo seria um excepcional resultado.

Além da vitória da Williams, temos que destacar a evolução da Ferrari, que mostrou mais força e a consistência da Lotus, que vem crescendo rapidamente nos construtores.

O que também impressiona é fase a estranha que vive Mclaren e RBR. Tirando o fato que a Mclaren perdeu uma pole position por um erro grosseiro de interpretação do regulamento, em nenhum momento seu ritmo foi bom. Button fez uma corrida fraca e ainda tomou uma ultrapassagem no miolo da pista de Kobayashi.E Hamilton ficou feliz com a posição que chegou?! A RBR não treinou no Q3. Coisa que eu nunca vi. Porém, Vettel  até foi bem, levando em consideração a punição.

Os brasileiros serão destaque no próximo post, mas não há nada de muito bom de se falar deles.

Embora, não haja destaque aos brasileiros, temos que falar da batida entre Bruno Senna e Michael Schumacher. Bruno teve uma parcela de culpa, pequena, mas teve. A mudança leve de trajetória não foi muito correta, mas o erro grosseiro foi de Schumacher. Parece que faltou reflexo ao alemão, pois ele tinha tempo para evitar a batida. Não o fez, e pior que este erro de pilotagem, foi sua atitude em chamar Bruno de idiota. O alemão pensa que não erra, como sempre pensou durante a carreira. Só que agora, ele não impera mais na F1, tá na hora de acordar...

De destaque final, foi a boa corrida da Sauber, Koba foi muito bem e Pérez foi prejudicado pelo pneu furado.

O resto foi o resto. Como sempre...

Porém, temos que aplaudir a atitude da Williams, que não esqueceu da época de equipe grande. Mesmo com um resultado excelente que seria um segundo lugar, buscou a vitória e em nenhum momento tentou conservar o segundo lugar, como a Sauber fez na Malásia.


Entretanto, neste campeonato louco, não me espantaria ver a Williams voltar andar no pelotão de fundo, já em Mônaco, como vinha fazendo antes.

Abraços and keep yourself Alive!

Posts Relacionados

0 comentários :