Stock car em Ribeirão Preto 2012

22/05/2012

Etapa de Ribeirão Preto da Stock Car foi realizada em circuito de rua - 1 (© Fernanda Freixosa VICAR Divulgação)

Após uma corrida com acidentes, interrupções e discussões entre pilotos, Daniel Serra conseguiu sua primeira vitória na temporada 2012 da stock car. Com o resultado, o piloto da Red Bull Racing assume a liderança do campeonato com 69 pontos.

A vice-liderança é do companheiro de equipe de Serra, Cacá Bueno, que também ficou em segundo na prova de ontem. Ele soma 64 pontos. Desde o início da corrida, os dois pilotos protagonizaram uma disputa doméstica que resultou em reclamações de Bueno.

Pole Position, o piloto não gostou da ultrapassagem de Serra, segundo lugar no grid, logo na largada. Bueno chegou a reclamar pelo rádio à sua equipe: "Isso não se faz", disse. No pódio, com cara de poucos amigos, mal cumprimentou o companheiro pela vitória.

Na entrevista coletiva logo após a prova, minimizou o incidente.

"Não fiquei contente com a manobra da largada, não era algo que eu faria, mas o ritmo dele foi melhor que o meu [durante a corrida]", comentou.

Daniel também não quis polemizar.

"Eu sabia que a largada seria importante porque é uma prova difícil. Tentei manter a liderança e consegui um ritmo bem legal", disse.

Mais sorridente estava Átila Abreu, o ‘rei de Ribeirão’, que acabou não repetindo os resultados que lhe garantiram as vitórias nas edições anteriores. Porém, comemorou o terceiro lugar.

"Fico feliz por estar no pódio porque larguei em oitavo e Ribeirão tem uma pista muito difícil. Adoro esta cidade e com o resultado acabei diminuindo a diferença com o líder", disse Átila, que subiu para o quarto lugar com 52 pontos, logo após o ex-líder Ricardo Maurício que terminou a prova na 17ª colocação e caiu para o terceiro lugar, com 59 pontos.

Daniel Serra conquistou neste domingo, no circuito montado nas ruas de Ribeirão Preto, a terceira vitória da sua carreira na Stock Car. O piloto da Red Bull Racing liderou a dobradinha da equipe, com Cacá Bueno em segundo. Duas vezes vencedor na cidade, Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing) fez corrida de recuperação e foi ao pódio em terceiro.




“Estou muito contente, porque cheguei aqui em terceiro lugar e estou saindo na liderança da temporada. A corrida foi importante na largada, porque consegui superar o Cacá e depois tive de andar muito rápido, no limite, para conquistar essa vitória”, comemorou o dono do carro número #29 do time comandado por Andreas Mattheis.

Satisfeito, Átila Abreu conta como foi a sua 4ª etapa, em Ribeirão
Atila Abreu não venceu pela terceira vez seguida o GP de Ribeirão Preto, mas no último domingo o piloto da Mobil Super Pioneer Racing fez uma bela corrida nas ruas da cidade onde é chamado de ‘Rei’.


Ele largou da oitava posição, chegou em terceiro após uma bela manobra nas voltas finais, e ainda subiu na tabela de classificação. Após a prova, ele estava satisfeito.

“Fico feliz pelo pódio. Largando em oitavo em circuito de rua, um terceiro lugar é quase uma vitória. Sabia que os carros da Red Bull estavam rápidos. Se tivesse algumas voltas a mais, acredito que daria para brigar com eles, porque meu carro também estava muito bom na corrida, tanto quanto o deles”, contou Átila.
Etapa de Ribeirão Preto da Stock Car foi realizada em circuito de rua - 1 (© Fernanda Freixosa VICAR Divulgação)
O sorocabano comentou que a largada foi fundamental para o resultado e contou como administrou a corrida para chegar ao pódio.

“Larguei bem e pulei para quinto antes da primeira curva e isso foi fundamental para conquistar o pódio. Depois fiz uma boa manobra boa sobre o Marquinhos (Gomes). Demorei um pouco para chegar no Júlio Campos, porque o Max (Wilson) estava à minha frente, mas era um retardatário naquele momento. Cheguei no Julinho, mas não dei o push porque sabia que na outra volta meu carro ia virar muito rápido para dar o push no momento certo. Usei o recurso estrategicamente e certinho na freada e consegui a ultrapassagem e a terceira posição”, completou.

A corrida em Ribeirão Preto começou com a dobradinha Cacá Bueno e Daniel Serra e terminou com outra dobradinha, só que Daniel Serra e Cacá Bueno, dominando o pódio. O que começou bom para a Red Bull Racing terminou tão bom quanto, com Serrinha assumindo a liderança da temporada 2012 da Stock Car com 69 pontos, cinco a mais que Cacá, novo vice-líder do campeonato. Para completar o fim de semana, a equipe comandada por Andreas Mattheis também assumiu a ponta do campeonato de equipes, com 133 pontos, contra 98 da segunda colocada.

A prova foi decidida no apagar da luz vermelha. Daniel conseguiu largar melhor e assumiu a ponta da corrida para não mais perdê-la até entrar na reta para receber a bandeira quadriculada fazendo zigue-zague nas ruas de Ribeirão Preto. Serrinha comemorou bastante sua terceira vitória na categoria, a primeira depois do nascimento do primeiro filho, Lucas. Após vencer duas das três primeiras etapas, em Interlagos e no Velopark, e abandonar em Curitiba, Cacá buscava uma recuperação no campeonato. O tetracampeão chegou ao interior paulista como quarto colocado, 11 pontos atrás do então líder Ricardo Maurício, e parte para a próxima etapa, em Londrina, no dia 1º de julho, a apenas cinco pontos de Serrinha. ABRE ASPAS: Daniel Serra, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #29 - VENCEDOR: "A equipe está de parabéns. Fizemos uma dobradinha na classificação, uma dobradinha na corrida. Vencemos três corridas de quatro este ano, então está todo mundo de parabéns. Sabia que a largada era importante para ganhar a corrida, quando vi que larguei melhor consegui assumir a ponta, depois era manter. Foi difícil, porque teve muito safety car, então quando conseguia uma vantagem, tinha de abrir tudo de novo, mas, em termos de disputa, foi tranquila, por não ter tido nenhuma disputa direta, mas foi em um ritmo bem forte. Esta vitória vai para o meu amuleto, o Lucas, que está lá em casa, com apenas 50 dias. Que seja a primeira de muitas vitórias do pai que ele acompanhe" Cacá Bueno, Red Bull Racing, Chevrolet Sonic #0 - P2: "Parabéns ao Daniel. Não larguei mal, mas também não quis forçar para causar um acidente na largada. Na corrida ele tinha um ritmo melhor do que o meu, andou forte o fim de semana inteiro, é um cara merece a vitória, não é líder do campeonato à toa. Eu venho de duas poles seguidas, duas vitórias e um segundo em quatro corridas, o que prova que o ritmo do carro é bom, que é o mais importante. Tínhamos conversado de conseguir manter a ponta e abrir dos demais para garantir a dobradinha e abrir vantagem no campeonato, e foi o que aconteceu. Para o campeonato foi muito bom. Cheguei aqui (em Ribeirão Preto) em quarto a 11 pontos do líder e vou para Londrina como vice-líder a cinco pontos do Daniel ".

Veja a classificação final do GP

Piloto Diferença
Daniel Serra
28 voltas em 41min38s772
Cacá Bueno
+0s844
Átila Abreu
+2s356
Júlio Campos
+4s517
Marcos Gomes
+5s381
Thiago Camilo
+5s807
Denis Navarro
+8s410
Luciano Burti
+9s604
Diego Nunes
+10s652
Xandinho Negrão
+14s895
Lico Kaesemodel
+15s930
Eduardo Leite
+16s681
Galid Osman
+17s768
Nonô Figueiredo
+19s002
Rodrigo Sperafico
+20s876
David Muffato
+42s468
Ricardo Maurício
+1 volta
Popó Bueno
+1 volta
Ricardo Zonta
+2 voltas
Max Wilson
+4 voltas
Allam Khodair
NC
Tuka Rocha
NC
Duda Pamplona
NC
Vitor Meira
NC
Valdeno Brito
NC
Antônio Pizzonia
NC
Alceu Feldmann
NC
Ricardo Sperafico
NC
Pedro Boesel
NC

Posts Relacionados

0 comentários :