Stock Car: uso do 'push' em classificação intriga equipes

17/05/2012

Definição sobre utilização do sistema nas ruas de Ribeirão Preto acontece nesta quinta-feira e quebra cabeça das equipes

Uma dúvida que será revelada nesta quinta-feira quebra a cabeça dos pilotos da Copa Caixa Stock Car para a etapa de Ribeirão Preto: a categoria definirá se o "push-to-pass", a coqueluche da temporada, terá seu uso permitido na tomada de tempos da etapa urbana, classificada por muitos pilotos como a "Mônaco brasileira".

Por conta de seu traçado apertado, rodeado de muros e de difícil ultrapassagem, Ribeirão Preto verá praticamente duas corridas da neste fim de semana. A primeira delas, que, para os pilotos, é de maior importância, é configurada na tomada de tempos do sábado. E, caso seja autorizado, o "push-to-pass" terá tarefa primordial neste procedimento.

A dificuldade em superar um rival nas ruas da cidade do interior paulista fará com que a maior parte dos pilotos opte, se seu uso for permitido, pelo "push-to-pass" para ter um pequeno impulso extra de olho na fuga das últimas filas do grid de largada.

"Como não existe mais parada obrigatória e, nisso, uma brecha para se traçar uma estrategia, todos tentarão se garantir nas primeiras filas, assim conseguirão fugir do tráfego e da confusão. E, como não existem muitos pontos bons de ultrapassagem, muitos deverão optar pelo 'push' na classificação. No nosso caso, ainda estamos no aguardo por uma definição para ver qual a melhor opção", comenta Ricardo Zonta, do Linea Sucralose Racing Team, que foi um dos destaques da etapa passada, no Velopark.

Permitido nas tomadas de tempo desde o início deste ano, o "push-to-pass" vem tendo cada vez mais adeptos nas tomadas de tempo, com mais da metade do grid optando pelo dispositivo na etapa gaúcha: 16 dos 29 competidores fizeram uso do botão de ultrapassagem no treino.

"É uma forma nova de ultrapassagem. Você pode usar, se garantir na frente do grid e depois não conseguir se defender de quem está 'carregado', ou poupar, perder alguns décimos e ter segundos valiosos de força extra durante a corrida. Tem seus prós e contras, mas isso que é o interessante. E será muito curioso ver como todos vão se comportar em Ribeirão Preto caso o 'push' seja permitido", completa Popó Bueno, companheiro de Zonta e piloto do carro número 74.

Primeira batalha em Ribeirão Preto, a tomada de tempos acontece neste sábado, com um piloto por vez entrando na pista, em um sistema especial adotado pela Stock Car em circuitos de rua. A corrida está marcada para as 9h30 (de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Globo.

Posts Relacionados

0 comentários :