Massa "puxa" a Ferrari para trás nos Construtores

19/06/2012

A Ferrari é a única das escuderias que está entre as quatro primeiras no Mundial de Construtores que não tem os dois pilotos no top-10 da respectiva classificação. O motivo: Felipe Massa.

O brasileiro é o 14.º classificado entre os pilotos, tendo pontuado em apenas três dos sete GP já realizados, o que corresponde a 11 pontos – está a 18 do 10.º classificado, Pastor Maldonado (Williams-Renault) -, tendo como melhor prestação um 6.º lugar (GP do Mónaco).

O companheiro de equipe, Fernando Alonso, soma 86 pontos e é o segundo classificado, a apenas dois pontos do líder Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes).

E a tão propalada competitividade, que terá aberto as portas a sete vencedores diferentes em sete corridas, não explica tudo.

Esta diferença de desempenho entre companheiros de equipe só tem algum paralelo quando se olha para a Mercedes GP, 5.ª colocada nos Construtores, onde Nico Rosberg leva também larga vantagem sobre Michael Schumacher.

Na McLaren-Mercedes (2.ª nos Construtores), Hamilton tem grande folga, mas Jenson Button integra o top-10 e soma uma vitória (Austrália) e um 2.º lugar (China).

A situação está na base de reacender a especulação quanto à substituição de Massa, cenário que alguns especialistas defendem que poderá acontecer ainda no decorrer da temporada, com uma solução de transição (Sebastien Buemi ou Jaime Alguersuari) até à chegada do novo titular (Mark Webber, Sergio Pérez ou Paul di Resta) – o contrato do brasileiro termina no final da temporada -, pois a Ferrari quer lutar pelo título de Construtores e sente que assim não vai dar.

E a perda de esperança em Massa tem razão de existir. Desde 2008 que a escuderia italiana não conquista o título de Construtores – soma 16 no total -, algo que conseguiu nesse ano com o brasileiro vencendo corridas. Em 2009 ficou no 4.º lugar e em 2010 e 2011 foi 3.ª.

O ocaso de Massa até parece ligado a Alonso, que entrou em Maranello em 2010. Nessa temporada de estreia, o brasileiro somou 118 pontos contra 257 do espanhol, e em 2011 aumentou para 144, mas o companheiro de equipa fez 252.

Depois de somar pontos em duas corridas seguidas pela primeira vez na temporada, é de se esoerar que Massa melhore no GP da Europa (Valência) e afaste os fantasmas, mantendo o lugar… até final da temporada.

MUNDIAL DE PILOTOS

1. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes), 88 pontos
2. Fernando Alonso (Ferrari), 86
3. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault), 85
4. Mark Webber (Red Bull-Renault), 79
5. Nico Rosberg (Mercedes GP), 67
6. Kimi Raikkonen (Lotus Renault), 55
7. Romain Grosjean (Lotus Renault), 53
8. Jenson Button (McLaren-Mercedes), 45
9. Sergio Pérez (Sauber-Ferrari), 37
10. Pastor Maldonado (Williams-Renault), 29

MUNDIAL DE COSTRUTORES

1. Red Bull-Renault, 164 pontos
2. McLaren-Mercedes, 133
3. Lotus Renault, 108
4. Ferrari, 97
5. Mercedes GP, 69
6. Sauber-Ferrari, 58
7. Williams-Renault,44
8. Force India-Mercedes, 28
9. Toro Rosso-Ferrari, 6
10. Caterham-Renault, 0
11. Marussia-Cosworth, 0
12. Hispania-Cosworth, 0

Posts Relacionados

0 comentários :