A Ferrari ri e Lotus Renault dá gargalhadas quando o assunto é Kimi Raikkonen e a possibilidade do regresso à escuderia iataliana. Só Felipe Massa fica sério, pois sabe que as hipóteses de ser sacrificado em Maranello, no final da temporada, para dar lugar ao finlândês ou a outro, são muito altas.

"A primeira parte da temporada não foi muito positiva para mim, embora esteja sentir-me melhor agora do que no início do ano. A situação em relação ao meu contrato não é clara, mas não tenho nada a dizer", referiu o brasileiro, desiludido pelo 9.º lugar no GP da Húngria, onde tinha apontado aos lugares do pódio.

"Estou concentrado em conseguir bons resultados nas próximas corridas. Esse é o meu objetivo número um. Tenho certeza que o segundo semestre será melhor", acrescentou Massa, 14.º classificado no Mundial de Pilotos, com 25 pontos, a 139 do companheiro de equipa Fernando Alonso, que lidera e já venceu três corridas.

Risos e gargalhadas

Raikkonen não é hipótese para a Ferrari em 2013. Esta é conclusão que se pode tirar das declarações dos responsáveis das escuderias Ferrari e Lotus Renault.

"Isso é especulação da imprensa. Sobre a questão dos pilotos, o que posso dizer é que não temos pressa para decidir e Felipe [Massa] tem de ser protegido, pois é importante para o campeonato", referiu Stefano Domenicali, diretor da escuderia de Maranello.

"Só vi isso no jornal. Não acredito que Kimi queira regressar à Ferrari", destacou, por seu turno, Eric Boullier, diretor da Lotus.

Posts Relacionados

0 comentários :