Pista de Cascavel é novidade para mais de um quarto do grid da Fórmula Truck.

Seis pilotos terão durante o GP Crystal, neste fim de semana, primeiro contato com o traçado do autódromo paranaense.

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck vai marcar neste domingo (5) a reinauguração do Autódromo Internacional de Cascavel. A corrida, que terá em disputa o Grande Prêmio Crystal, será também a primeira oportunidade de uma atuação na cidade do Oeste paranaense para seis dos 23 pilotos que vão compor o grid de largada. Recém reformado, o circuito de 3.032 metros é uma incógnita para 26,08% dos participantes.

Terceiro na pontuação da Truck, André Marques diz ter a solução para a dificuldade imposta pela pista desconhecida. “A vontade de ir bem é maior que isso. Pelo histórico, a pista é boa para os nossos caminhões”, diz o paulista da RM Competições, que pilota um MAN-Volkswagen. “Tive problemas em Goiânia e perdi contato com o líder. Vou com a faca na cabeça, como se diz, para voltar a ser vice, ou quem sabe assumir a liderança”, anima-se.

Luiz Lopes, que pilota o Mercedes-Benz da ABF Racing Team, diz que o traçado desconhecido o deixa ainda mais empolgado. “Pode ser um traçado em que eu consiga uma adaptação rápida”, justifica. “Tenho visto imagens de câmeras onboard, principalmente dos carros de Marcas, que têm corridas com frequência em Cascavel. Vou para lá um dia antes, passar o dia na pista, aprender o que for possível antes mesmo dos treinos.

Outro que vem consultando imagens pela internet é Pedro Gomes, da 72 Sports. “Estive em Cascavel há quase 20 anos, numa corrida que o meu pai disputou, e foi só”, diz o paulista, filho do ex-piloto Paulo Gomes. “Pelo que vi, a pista tem as características que eu gosto. Já enfrentei uma pista desconhecida em Caruaru, que é bem travada. Acho que em Cascavel, uma pista de alta, vou encontrar meu ritmo bem mais cedo”, acredita o piloto da Ford.

Valmir Benavides, que em junho conquistou a pole para a etapa de Interlagos, chegou à Fórmula Truck em 2007, depois da corrida em Cascavel. “Todo mundo já passou por essa situação de não conhecer uma pista, isso não preocupa tanto. Meu foco é o caminhão, que tem melhorado bastante”, afirma o piloto da Scuderia Iveco. “Nos treinos, vamos saber qual é nossa real condição, mas seguramente vou estar entre os 10 mais rápidos”, aposta.

O traçado desconhecido não é problema para Leandro Reis, goiano que pilota o Scania da Original Reis Competições. “Eu nunca nem estive em Cascavel, mas não esquento a cabeça com isso, não. Não tenho dificuldade para pegar a mão da pista”, diz o piloto, que neste ano foi pole em Goiânia. “O caminhão é rápido, competitivo, estamos melhorando, conseguindo resistência. Cascavel pode ser a nossa redenção”, espera Reis.

O argentino Luiz Pucci, em sua segunda temporada na categoria, tem em Cascavel sua primeira nova pista da temporada. “Em 2012 isso é novidade, mas em 2011 passei o ano inteiro tendo de aprender o caminhão e as pistas”, lembra o piloto, que viveu tal situação em todas as pistas do Brasil que tiveram etapas da Truck.” Hoje, não me assusto mais com pistas novas, não me sinto inseguro. Vai dar tudo certo”, confia o piloto da ABF/Volvo.

Os treinos para o GP Crystal, sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, terão início na manhã de sexta-feira em Cascavel. A corrida de domingo, com largada às 13h10, será transmitida ao vivo em HD pela Rede Bandeirantes. Depois de cinco das 10 etapas, a classificação da temporada é a seguinte:

1º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 94
2º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 78
3º) André Marques (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 71
4º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 61
5º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 60
6º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF/Volvo, 47
7º) Felipe Giaffone (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 45
8º) Adalberto Jardim (SP/MAN-Volkswagen), AJ5 Competições, 39
9º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis, 33
10º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 30
11º) Fred Marinelli (SP/Iveco), Marinelli Competições, 29
12º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 26
13º) Renato Martins (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 23
14º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 21
15º) Débora Rodrigues (SP/MAN-Volkswagen), RM Competições, 20
16º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 18
17º) Diumar Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 16
18º) Luiz Pucci (ARG/Volvo), ABF/Volvo, 9
19º) Christian Fittipaldi (SP/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 7
19º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 7
21º) Pedro Gomes (SP/Ford), 72 Sports, 5
21º) Danilo Dirani (SP/Ford), 72 Sports, 5
23º) Luiz Lopes (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 4
23º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis, 4

Posts Relacionados

0 comentários :