O Insosso Hugaroring

03/08/2012

Caros Amigos do Gpexpert,

No começo das férias da F1, vamos falar do GP da Hungria. Como diz o título do post, não temos muito o que clamar pela corrida. Foi a pior corrida dos últimos tempos, sem dúvidas. O traçado da Hungaroring derruba qualquer Kers, Asa móvel ou pneus que gastam muito. No ano passado com estes mesmos recursos a corrida foi bem disputada, mas teve chuva. Como ela não veio este ano, a corrida ficou limitada as estratégias e ao treino classificatório. 
Falando em treino em estratégia e treino, a Ferrari teve um desempenho abaixo do esperado na Hungria. Esperava que Alonso ficasse nas primeiras posições, mas o carro não foi tão bem e um erro na volta do Q3 fez com que o espanhol largasse mais atrás. Na corrida, uma boa estratégia e a precisão na direção, fez com que o resultado de Alonso fosse bastante positivo. Já que a tática de 3 paradas de box foi ineficiente para quem fez, pois o desgaste dos pneus acabou sendo baixo.Pior para Webber, que acabou a corrida 40 pontos atrás, o campeonato está muito bem encaminhado para o espanhol.
A RBR não foi bem, nem mesmo Vettel, com uma parada a mais, foi páreo para as Renaults e Hamilton. 
Hamilton foi excelente como a muito tempo era, mas não dá para confiar na tranquilidade do inglês. As Renaults foram muito bem e proporcionaram o melhor momento da corrida, quando Raikkonen saiu do box tocando roda com Grosjean, que teve uma atitude louvável em dizer, após a corrida, que Kimi fez o que tinha que fazer na pista. Não foi louvável a atitude da direção de prova ao punir Maldonado pela ultrapassagem em Paul di Resta. O Venezuelano fez o que qualquer piloto com vontade de ganhar faz quando tem um carro muito superior e por culpa da pista não consegue.
Falando em Williams, Bruno Senna fez sua melhor corrida na F1, andou bem o fim de semana todo e na corrida foi excelente ao segurar a RBR. Que continue assim...
Se Bruno foi bem, Felipe foi pálido, largou em sétimo e chegou em nono, quase nem apareceu na TV, sua entrevista após a corrida foi uma reprodução dessa palidez. Massa sabe que estas férias serão de muita especulação sobre seu futuro.
Felipe pode se consolar um pouco, com a atuação de seu maior ídolo na F1, Schumacher. O que aconteceu com o alemão na Hungria? Desligar o motor na bandeira amarela e exceder o limite de velocidade no box logo na primeira volta, que pastelão...    
Voltando a falar do traçado, o fato do circuito ser travado, não quer dizer que ele seja ruim, o problema deste em especial é a falta de uma reta longa que permita que a asa móvel desempenhe o seu papel, só isto. Os donos do autódromo deveriam abrir o bolso e esticar a reta principal em pelo menos quinhentos metros ou suavizar a entrada a curva da reta para que os carros possam entrar colados e tentar a ultrapassa. A F1 não é a mesma de 26 anos atrás, quando o braço piloto fazia a diferença como na disputa da foto mostrada.(Bons tempos...)
Abraços and keep yourself Alive!


 

Posts Relacionados

0 comentários :