O empurrãozinho do Leão

30/10/2012

Em julho de 1984, a Fórmula 1 fazia sua corrida no Texas, que naquele fim de semana estava com uma temperatura média de 40 graus.

Quente? Nem um pouco. O asfalto em que os carros correriam já não era dos melhores, e quando as máquinas começaram a passar por lá o mesmo se despedaçou.

Por isso, o Warm up foi adiantado e posteriormente cancelado. O fato é que o clima era tão quente que a corrida não poderia acontecer sem que houvesse problemas. Depois de muita reclamação (Inclusive do Nigel Mansell e do Angelis, a dupla da Lotus), protestos, foi decidido que a corrida realmente iria acontecer. Nigel Mansell fez a pole positon, seguido de Elio de Angelis, Derek Warwick e René Arnoux.

O Leão ainda não havia conseguido vencer na F-1, e aquela era uma boa oportunidade, mesmo com as dificuldades ali encontradas. O piloto Inglês seguiu na liderança quase a corrida inteira.

Depois de ser ultrapassado por Rosberg, Arnoux e Angelis, Nigel vinha para acabar em quarto. Só que na última volta, na reta dos boxes, seu combustível acaba. Ele revoltado com tudo isso, desce do carro e começa a empurra-lô. Se alguém o ajudasse, ele seria desclassificado. E assim Nigel Mansell seguiu empurrando seu Lotus. Ápos cruzar a linha de chegada, em sexto, Nigel Mansell morto de cansaço e de calor desmaiou, aplaudido pelos torcedores que reconheciam o esforço e a bravura do Inglês.

No fim, Keke Rosberg venceu, com Arnoux em segundo e Angelis fechando o pódio. Vale lembrar que apenas 8 pilotos completaram a corrida.

fonte: F1 fans

Posts Relacionados

0 comentários :