GP da China de 2006

01/11/2012


f1-2006-chi-xp-0436.jpg

sunday_cn06_schumacherm_grid.jpg


Um erro estratégico de Fernando Alonso no GP da China deu a Michael Schumacher a oportunidade de liderar o Campeonato Mundial de F-1 pela primeira vez na temporada. Depois de dois anos vendo o domínio do piloto da Renault, o alemão venceu o GP da China, e partia para as últimas duas provas da temporada como favorito ao título.

sunday_cn06_startferrari.jpg

Schumacher só assumiu a liderança da prova quando faltavam 15 voltas para o fim. Em uma corrida cheia de alternativas, e disputada com pista úmida em sua primeira metade, o alemão, que largou em sexto lugar, soube esperar o momento de atacar os carros da Renault e ainda contou com uma falha de Alonso para alcançar a ponta. A Renault fez um jogo de equipe e, a nove voltas do fim, mandou Giancarlo Fisichella para o terceiro lugar.

fisichella2-lg.jpg

A bobeada que determinou a derrota Alonso aconteceu no primeiro pit-stop, quando o espanhol tinha uma vantagem tranqüila na liderança, de cerca de 16 segundos sobre Fisichella. Na 22ª volta, ele reabasteceu o carro e pediu para trocar os pneus dianteiros, passando a utilizar compostos para pista seca e sendo o único a adotar essa tática. Isso provocou uma queda brusca de rendimento da Renault.

sunday_cn06_massa01.jpg


Em apenas cinco voltas, ele viu toda sua diferença se reduzir a zero e, para piorar, Schumacher estava em sua cola. Nesse momento, o alemão fazia uma corrida de pouco risco, tendo ultrapassado Rubens Barrichello e Jenson Button e contado com o abandono de Kimi Raikkonen para brigar pela ponta.
sunday_cn06_massapit02.jpg


A partir daí, com a pista secando, Schumacher viu sua Ferrari começar a dominar a prova. Anteriormente, os carros da equipe italiana estavam em dificuldade de correr no asfalto molhado. Depois de ultrapassar Alonso, ele esperou até o 41º giro para superar Fisichella e partir para a 91ª vitória da carreira.
sunday_cn06_schumachermfinish.jpg

Apenas um brasileiro entrou na zona de pontuação. Rubens Barrichello, que passou a maior parte da prova em quarto lugar, se envolveu em um acidente nas últimas curvas, e terminou em sexto. A quarta posição foi do espanhol Pedro de la Rosa, da McLaren, seguido pelo inglês Jenson Button, companheiro de Barrichello na Honda.


Qualificação
PosNomeConstructorPart 3Part 2Part 1
1 Fernando Alonso Renault 1:44.360 1:43.951 1:44.128
2 Giancarlo Fisichella Renault 1:44.992 1:44.336 1:44.378
3 Rubens Barrichello Honda 1:45.503 1:45.228 1:47.072
4 Jenson Button Honda 1:45.503 1:44.662 1:45.809
5 Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes 1:45.754 1:45.622 1:44.909
6 Michael Schumacher Ferrari 1:45.775 1:45.660 1:47.366
7 Pedro de la Rosa McLaren-Mercedes 1:45.877 1:45.095 1:44.808
8 Nick Heidfeld BMW Sauber 1:46.053 1:45.055 1:46.249
9 Robert Kubica BMW Sauber 1:46.632 1:45.576 1:46.049
10 Robert Doornbos Red Bull-Ferrari 1:48.021 1:45.747 1:46.387
11 Scott Speed Toro Rosso-Cosworth 1:45.851 1:46.222
12 David Coulthard Red Bull-Ferrari 1:45.968 1:45.931
13 Vitantonio Liuzzi Toro Rosso-Cosworth 1:46.172 1:45.564
14 Mark Webber Williams-Cosworth 1:46.413 1:48.560
15 Nico Rosberg Williams-Cosworth 1:47.419 1:47.535
16 Ralf Schumacher Toyota 1:48.894
17 Jarno Trulli Toyota 1:49.098
18 Tiago Monteiro Spyker MF1-Toyota 1:49.903
19 Sakon Yamamoto Super Aguri-Honda 1:55.560
20 Felipe Massa* Ferrari 1:45.970 1:47.231
21 Takuma Sato* Super Aguri-Honda 1:50.326
22 Christijan Albers* Spyker MF1-Toyota 1:49.542

*: Felipe Massa e Takuma Sato amabos receberam 10 lugares de penalização na grelha devido a mudanças nos motores, Massa começou em 20º, e Sato começou em 21º. Christijan Albers foi penalizado pelos stewards por ter falhado ao trazer o seu carro para a weighbridge quando foi solicitado começou em 22º lugar.

CORRIDA

sunday_cn06_schumachermpodium01.jpg



PosNoPiolotoConstructorvoltastempo/RetiradogrelhaPontos
1 5 Michael Schumacher Ferrari 56 1:37:32.747 6 10
2 1 Fernando Alonso Renault 56 +3.121 seg. 1 8
3 2 Giancarlo Fisichella Renault 56 +44.197 seg. 2 6
4 12 Jenson Button Honda 56 +72.056 seg. 4 5
5 4 Pedro de la Rosa McLaren-Mercedes 56 +77.137 seg. 7 4
6 11 Rubens Barrichello Honda 56 +79.131 seg. 3 3
7 16 Nick Heidfeld BMW Sauber 56 +91.979 seg. 8 2
8 9 Mark Webber Williams-Cosworth 56 +103.588 seg. 14 1
9 14 David Coulthard Red Bull-Ferrari 56 +103.796 seg. 12  
10 20 Vitantonio Liuzzi Toro Rosso-Cosworth 55 +1 volta 13  
11 10 Nico Rosberg Williams-Cosworth 55 +1 volta 15  
12 15 Robert Doornbos Red Bull-Ferrari 55 +1 volta 10  
13 17 Robert Kubica BMW Sauber 55 +1 volta 9  
14 21 Scott Speed Toro Rosso-Cosworth 55 +1 volta 11  
15† 19 Christijan Albers Spyker MF1-Toyota 53 +3 voltas 22  
16 23 Sakon Yamamoto Super Aguri-Honda 52 +4 voltas 19  
Ret 7 Ralf Schumacher Toyota 49 pressão óleo 16  
Ret 6 Felipe Massa Ferrari 44 colisão 20  
Ret 8 Jarno Trulli Toyota 38 Pneumatico 17  
Ret 18 Tiago Monteiro Spyker MF1-Toyota 37 Spin 18  
Ret 3 Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes 18 binário 5  
DSQ* 22 Takuma Sato Super Aguri-Honda 55 +1 volta 21  

  • * Takuma Sato foi desqualificado para 14º por ignorar as bandeiras azuis.
  • † Christijan Albers penalizado em  25 segundos no fim da corrida por também ter ignorado as bandeiras azuis. 

Posts Relacionados

0 comentários :