Arrows A23 Ford Cosworth CR-3 3.0L V10

18/01/2013


Coube ao A23 a triste fama de ser o último carro da tradicional equipe Arrows, que faliu justamente na temporada de 2002 sob o comando do Tom Walkinshaw, já falecido. A história da Arrows começou bem antes, no final da temporada de 1977, quando um grupo deixou a equipe Shadow e colocou o primeiro A, o de nº 1, nas pistas em 1978. Foram várias as trocas de comando, desde aquele original capitaneado por Alan Rees e Jackie Oliver, até que a equipe fosse assumida em definitivo por Walkinshaw no segundo semestre de 1996, ocasião em que era diretor da Ligier.

O começo do fim foi em 1999, quando Walkinshaw vendeu o controle da equipe para um príncipe nigeriano (Malik ado Ibrahim) e acabou por retomar a direção no mesmo ano, visto que o negócio não foi concretizado e, portanto, não houve o aporte financeiro esperado.

O patrocínio da Orange, empresa de telefonia celular, passou a ser a marca majoritária nos carros a partir de 2000 e foi nesse formato que o brasileiro Enrique Bernoldi estreou na Fórmula 1 em 2001. Com as dívidas se acumulando e uma evidente deteriorização estrutural, o ocaso foi o mais deprimente possível, pois Bernoldi e Frentzen chegaram a ser proibidos pelo dono da equipe de obter classificação para o Grande Prêmio da França. Ausentar-se de toda a programação significaria ter de pagar uma multa para a empresa organizadora, dirigida por Bernie Ecclestone. Classificar-se, contudo, significaria um desastre orçamentário, pois não havia dinheiro para pagar a Cosworth. Diante desse cenário, a equipe ainda se apresentou para a prova seguinte, na Alemanha, e fechou as portas, falida.

Enrique Bernoldi e o Arrows A23 Ford Cosworth no Grande Prêmio da Espanha de 2002, em Barcelona (Foto MIGUEL COSTA JR.)

  • Ano: 2002
  • Chassi: A23
  • Motor: Ford Cosworth CR-3 3.0L V10
  • Pneu: Bridgestone
  • Chefes de Equipe: Tom Walkinshaw (Inglaterra)
  • Projetista: Sergio Rinland (Argentina)
  • Aerodinâmica: Nicolo Petrucci (Itália)
  • Diretor Técnico: Mike Coughland (Inglaterra)
  • Pilotos: Enrique Bernoldi (Brasil) e Heinz-Harald Frantzen (Alemanha)
fonte: http://www.diariomotorsport.com.br

Posts Relacionados

0 comentários :