Relembre as melhores ultrapassagens na F1 em 2012

08/01/2013


A temporada de 2012 da Fórmula 1 terminou com 1139 ultrapassagens realizadas em todas as 20 etapas do calendário. Dentre todas essas, algumas se destacaram pela beleza da manobra, a dificuldade do movimento, ou até pela importância na mudança de um resultado para o campeonato. Abaixo, confira algumas das ultrapassagens de 2012 que serão lembradas pelos próximos anos na F1.

Uma das pistas mais desafiadoras para os pilotos na Fórmula 1 é a de Spa-Francorchamps, na Bélgica, principalmente pela Eau Rouge, curva que é feita em três níveis diferentes de alturas após os carros descerem em velocidade máxima. E foi exatamente ali que Kimi Raikkonen protagonizou uma das mais belas ultrapassagens do ano: o finlandês colocou sua Lotus à esquerda na entrada da curva e realizou a manobra, deixando o heptacampeão Michael Schumacher para trás.


Polêmica manobra de Sebastian Vettel em Jean-Éric Vergne em Interlagos


Essa foi a mais polêmica ultrapassagem da temporada 2012. Depois de Sebastian Vettel rodar e ir parar na última posição no GP do Brasil, começou uma corrida de recuperação para chegar nas posições que precisava para ser campeão. Nas primeiras voltas, ultrapassou Jean-Éric Vergne supostamente em bandeira amarela, o que fez a Ferrari entrar com um pedido de verificação junto à FIA (Federação Internacional de Automobilismo) depois do fim do campeonato. A manobra, porém, foi considerada legal e o título de Vettel foi mantido.


Show de ultrapassagens de Fernando Alonso em Valência


O piloto que mais ganhou posições para terminar com a vitória neste ano foi Fernando Alonso no GP da Europa. O espanhol da Ferrari largou em 11º e ganhou três posições logo na largada. Depois de parar nos boxes, deu um show de ultrapassagens em cima de Mark Webber, Bruno Senna e Paul di Resta para assumir a quarta posição no meio da prova. Depois, ainda deixaria para trás Lewis Hamilton, Romain Grosjean e veria abandono de Sebastian Vettel para chegar à vitória.

Felipe Massa em Bruno Senna no GP de Cingapura

Os dois pilotos brasileiros protagonizaram uma acirrada briga por posições no GP de Cingapura. Senna vinha na nona posição na volta 43 e foi ameaçado pelo compatriota, que atacou a Williams pela esquerda e teve a porta fechada. Massa chegou até a tocar no muro, mas segurou o volante do carro e conseguiu terminar a ultrapassagem em cima de Senna. Depois da corrida, o ferrarista chegou até a criticar a atitude do compatriota durante a manobra.



Mark Webber em Fernando Alonso na Grã-Bretanha

Fernando Alonso liderava o Grande Prêmio da Grã-Bretanha até as últimas voltas, mas acabou cedendo a posição para Mark Webber depois de ver a Red Bull do australiano ganhar importantes segundos no fim da prova e ultrapassá-lo a quatro voltas para o fim. No fim do campeonato, a manobra também acabou sendo decisiva, já que tirou sete pontos de Alonso na classificação, e o espanhol perdeu o título por apenas três pontos de diferença para Vettel.


Ultrapassagem dupla de Nico Hulkenberg em Romain Grosjean e Lewis Hamilton na Coreia

Uma das manobras mais bonitas e ousadas da temporada foi protagonizada pelo alemão Nico Hulkenberg. O piloto da Force India vinha em oitavo no GP da Coreia e viu Romain Grosjean, o sétimo, tentar deixar Lewis Hamilton para trás. Hulkenberg, porém, colocou seu carro de lado e acabou ultrapassando os dois rivais para assumir a sexta posição em Yeongam.

Sebastian Vettel em Jenson Button no GP de Abu Dhabi

O Grande Prêmio de Abu Dhabi tinha tudo para dar errado para Vettel, mas o alemão conseguiu uma bela corrida de recuperação. Depois de largar dos boxes, Vettel ganhou várias posições e fechou sua prova com uma ultrapassagem para cima de Jenson Button em uma manobra arriscada, que surpreendeu o próprio inglês. Com o terceiro lugar conquistado, Vettel conseguiu manter uma boa diferença para Alonso na tabela de classificação.

Posts Relacionados

0 comentários :