A F1 2013 já começou...

08/02/2013

Caros Amigos do Gpexpert,

Depois de 2 meses a F1 está de volta, não com as corridas, mas com a pré-temporada.Com o lançamento dos novos carros, o que resta as equipes é utilizar cada minuto dos treinos coletivos e testar da melhor maneira possível.
Embora já tenha ocorrido testes, é prematuro fazer qualquer comentário sobre desempenho de carros, até porque as principais equipes estão apenas testando durabilidade e fazendo experimentos. Neste momento, o importante analisar comportamento de equipes nas atitudes tomadas neste inverno e construção de seus carros.
A Ferrari é que gera maior expectativa neste início de temporada. Com o carro muito modificado, existe uma certeza de carro de 2013 é muito melhor que o de 2012 ( e com certeza, mais bonito) e com isso, Alonso e sua turma sonham alto com o título desta temporada.
A Mclaren já toma caminhos diferentes, mudando pouco o carro, confiando no bom final de temporada que teve. Os grandes problemas da Mclaren são: a durabilidade de seus carros e a dupla de pilotos que não parece ser a dupla que pode levar a equipe ao um título.
A RBR sofrerá com o atraso de projeto do seu carro novo, devido a disputa do título de 2012. O RBR9 não mudou quase nada, só nas cores. Terá que evoluir durante os testes e o início de temporada. A RBR manteve o "degrau" na frente do carro.
Este é um ponto curioso neste início de temporada, algumas equipes desistiram de manter o degrau e mantém, não há um consenso do que é melhor, notem que a STR, co-irmã da RBR, aboliu esta depressão do carro.
Teremos que observar, o desempenho de Mercedes e Renault. A primeira esperar crescer muito este ano, mas na verdade, o seu grande trunfo parece ser Hamilton e não o carro. A segunda tem que mostrar este ano que veio para ficar na elite da F1, pilotos e dinheiro para isto tem, veremos o carro como será.
De resto nada deve mudar, se algo mudar é zebra. Caterham e Marussia vão fechar a raia novamente, neste contexto, preocupa me a escolha de Luiz Razia em correr na F1, se não ficar sistematicamente na frente de seu companheiro de equipe e não beliscar um ponto neste ano, sua carreira será encerrada, como a de todos os pilotos que passaram pelas nanicas.
Falando em encerrar a carreira, Bruno Senna, muito provavelmente encerrou a sua na F1. Situação triste, mas compreensível. Um piloto que sempre brigou nas primeiras posições dos campeonatos que disputou, não aguenta muito tempo pagar para ser figurante em qualquer categoria. Sofrer, para que?
Bruno pode ter uma carreira vitoriosa em outras categorias do automobilismo, recebendo salário, sem ter a pressão que carregou na F1. Pressão que o afetou nas poucas chances que teve de ser competitivo. Tomou a decisão correta.

retirado de: http://joesaward.wordpress.com/2013/02/01/comparing-the-new-f1-cars/

Bom agora é esperar  mais testes e analisar resultados.
Não sei quando volto, abraços and keep yourself alive!

          

Posts Relacionados

0 comentários :