GP do México de 1962

13/08/2013

O I Grande Prêmio do México de Fórmula 1 foi realizado em 4 de novembro de 1962 no circuito de Magdalena Mixhuca, Cidade do México. A prova não era válida pelo campeonato mundial de Fórmula 1 porém foi realizada sob o mesmo regulamento e atraiu vários pilotos e equipes incluindo muitos dos melhores do mundo. A corrida teve 60 voltas e foi marcada pelo acidente que matou o prodígio mexicano Ricardo Rodríguez. O circuito foi depois denominado Autódromo Hermanos Rodriguez em homenagem a ele e seu irmão, Pedro, também piloto.

O que mais nos recordamos do Primeiro GP do México de Fórmula 1 é obviamente, a morte de Ricardo Rodriguez, embora o evento contou com outros elementos interessantes, está foi a última corrida de Fórmula 1, onde o vencedor compartilhou a vitória com seu companheiro de equipe, quando Jim Clark depois de ser desclassificado por ter sido empurrado por seu mecânico Clark entrou na Lotus de Taylor e venceu a corrida.

A curva Peraltada já apresentava seus caprichos , inclusive fazendo com que a pista tivesse melhoras para ser incluída no campeonato no ano seguinte.

Os mexicanos Pedro Rodriguez e Moises Solana, apesar de terem se registrado não participaram da corrida, Pedro por respeito a seu irmão e Moises Solana porque o motor BRM alugado não gerava potência suficiente, Moisés tentou negociar com a equipe de modo a alugar a Lola de Salvadori, mas não pôde competir.

Pedro e Wolfgang Seidel tinham combinado em alugar um Lotus 24 com motor BRM, mas com a retirada do piloto mexico o alemão competiu com esse veículo. 

Saiba mais sobre este GP

Vamos as Fotos: 


Ricardo na Lotus 24 com o número 1 onde encontraria a morte.

Os restos da Lotus.

Jack Brabham no velho garfo.

Jim Clark na Lotus que cedeu a Taylor, salargou com o carro de número 8, ambos eram do modelo 25, o único monocoque da corrida.

No início da corrida, Brabham lutando pela ponta com Bruce Mclaren.

Brabham atrás de Jack Taylor, ambos tinham a versão V8 do motor Climax.

Trevor Taylor na velha curva

John Surtees em sua Lotus

Jim Hall com um Lotus 24 com a versão motor Climax de 4 cilindros 

A vitória de Jim Clark


Posts Relacionados

0 comentários :