Motores que não deram (muito) certo na F1

30/10/2013

Falarei sobre motores,os propulsores que fazem um carro de competição ser bom ou ruim (mas isso no conjunto,carro-motor-cambio-eletronica-e etc...).Mas falaremos sobre os piores.

Life F35 W12

Ja começamos bem,com o motor mais fraco e f***** da Formula 1 atual.A ideia foi de Franco Rocchi,engenheiro de motores da Ferrari,era para ser um motor pequeno como um V8,mas potente como um V12.Mas no caso,não atingiu nenhuma das metas.O motor era um dos unicos fabricados pela propria equipe,na qual somente ela e a Ferrari faziam isso.Ernesto Vita,dono da Life,botava fé no motor, mas o propulsor não rendia droga alguma e quebrava facil e rotineiramente,mas isso não era o pior,o motor rendia 360hp!É o que leem aí,360hp a 11.000rpm. É um exemplo de conjunto Carro-Motor-Cambio-Caixa de direção-Eletronica mal feito,ja que o carro provia do FIRST-Judd F189,que seria pilotado por Gabriele Tarquini em 1989,que virou o Life L190.

Yamaha (independente do modelo)


A Yamaha participou da Formula 1 de 1989 a 1997,mas dizemos,os motores deles não eram muito bons,em 1989 ela começou com a Zakspeed (que tinha saido dos tempos de motor de fabricação propria) com o motor OX88 V8,um repasse de tecnologia Yamaha-Zakspeed,usando a experiencia do Yamaha OX66 V6 (Formula 2 Japonesa) e do Yamaha OX77 V8 (um Cosworth DFV fabricado com modificações pela Yamaha),mas não deu nada certo,em 16 tentativas,o Zakspeed de 1989 somente escapou uma vez da pre-qualificação (GP do Japão) e saiu da Formula 1 no mesmo ano.

A Yamaha ficou uma temporada sem motores na Formula 1 e voltou em 1991 com o OX99 V12.Em 1993,a Yamaha se juntou com a Judd e usando o bloco Yamaha GV criou o OX10 V10,este motor passou por evolução constante ate 1997,quando fora criado o Yamaha OX11C,mas a Yamaha estava frustrada e saiu da Formula 1.Seu melhor momento foi no GP da Hungria de 1997,quando Damon Hill e a Arrows-Yamaha A18 disputaram a vitoria,mas o motor não muito confiavel,o deixou na mão,mas deixou o em 2°lugar,o melhor resultado da Yamaha.


Porsche 3512 V12


A Porsche é boa,é,mas em 1991 fizeram um motor que era relativamente uma m****,em 1990 foi repassado pela Porsche,um V12 para o futuro (naquele tempo) Footwork FA12,era um grande e pesado V12 (180kg),mas nem por isso,tão fraco.Era um motor meio parecido com o motor do Porsche 917.O motor não aguentou metade da temporada e foi substituido por motores Cosworth DFR V8.O carro se qualficou 5 vezes com o motor Porsche.Após isso,o Porsche nunca mais voltou a Formula 1.


Subaru/Motori Moderni 1235 flat-12


Carlo Chiti foi um engenheiro de motores que trabalhou por varias equipes,incluindo a Ferrari,em 1984 ele criou a Motori Moderni,que forneceu motores para a Minardi ate 1987.Em 1990,a Motori Moderni,em conjunto com a Subaru criou um motor diferente para a Minardi,um Flat-12 (um boxer de 12 cilindros),era bom pelo seu baixo centro de gravidade,mas era obsoleto,pesado(154kg) e gerava pouca potencia. O motor foi testado pela Minardi,em 1990,em um Minardi M189,foi um fracasso,mas em 1990,a Coloni decidiu utilizar o motor no seu novo carro,o Coloni C3.O carro foi outro fracasso,o motor era pesado demais e fazia o carro ficar lento demais,a Coloni desistiu do motor no meio da temporada de 1991 e trocou o motor pelo Cosworth DFR V8.Ambas as empresas que fabricaram o motor (Subaru e Motori Moderni)não retornaram a Formula 1.


MGN (Moteurs Guy Negré) W12


Um projeto da MGN,para um motor W12 para a Formula 1,o motor foi testado poucas vezes,por um AGS JH22 da propria MGN,fora fotografado algumas vezes em Grand Sambuc,estes testes foi o mais perto que este motor chegou da Formula 1.Alguns anos depois,este motor foi usado no esportivo Norma M6.

Neotech V12



Criado na Austria em 1990,o Neotech V12 seria um motor promissor,mas não chegou a correr em nenhum carro de Formula 1,chegou a despertar interesse em algumas equipes.Foi testado uma vez em um Porsche 962 da Brun em 1990,mas desapareceu rapidamente.


Scott Russell Engines V8



A Scott Russell Engines teve uma historia curta no automobilismo,ela começou com o projeto de um motor V8 que foi construido e testado,mas nunca foi utilizado em testes com carros.Após este projeto,a Scott Russel,com o projetista Al Melling (que participou do projeto do V8) criou um V12 para a General Motors,mas a propria abandonou o projeto e o projeto acabou.

MCD/Lola V10


Outra de Al Melling,o Lola V10,seria para o Lola T97/30 do ano de 1997,que acabou correndo com o Ford EC V8.O projeto acabou em 1997,junto com a equipe.

Isuzu V12


Outro motor que disputaria com os motores japoneses Honda e Yamaha,o Isuzu equiparia a Lotus em 1991,chegou a ser testado no mesmo ano,mas so fora mostrado a o publico no Tokyo Motr Show em 1991.

fonte: http://racingteam11.blogspot.com.br

Posts Relacionados

1 comentários :

Sacco disse...

Agora surge mote para outro post: "10 motores bons em carros ruins", como Jordan/Peugeot, por exemplo.