Os 14 anos de Mark Webber na Fórmula 1

26/11/2013


Mark Webber se despediu da Fórmula 1 no GP do Brasil, no último domingo. Ao todo, ele participou de 217 GPs, venceu 9, conseguiu 42 pódios e fez 1047,5 pontos na carreira. Além disso, o australiano também tem 13 poles e 19 voltas mais rápidas na sua história na F1. Veja um resumo de sua carreira.

O australiano ingressou na F1 como piloto de testes da Arrows, graças a um patrocinador de seu país. Em 2001, Webber fez testes na Benetton e superou marcas dos pilotos Ralf Schumacher e Giancarlo Fisichella, o que lhe garantiu uma vaga de piloto de testes na equipe.

Substituido por Fernando Alonso na Benetton, Webber conseguiu uma vaga como titular na Minardi em 2002. De maneira espetacular, Mark conquistou pontos logo em sua primeira prova, quando correu em casa. Após acidente na primeira volta que tirou oito pilotos da corrida, Webber conseguiu terminar em quinto.

No GP da Hungria de 2002, Webber perdeu dois quilos durante a corrida, já que sua garrafa de bebida do carro quebrou. Ainda em 2002, o australiano venceu prêmios de melhor estreante do ano de várias revistas e sites especializados.

Em 2003, Webber entrou para a Jaguar, onde ficou por dois anos e foi companheiro do brasileiro Antonio Pizzonia. O não era muito competitivo e o australiano conquistou somente 24 pontos somando as duas temporadas.

Na Williams em 2005 e 2006, também acompanhado por Pizzonia em alguns momentos, o australiano evoluiu um pouco, principalmente na primeira temporada, quando conquistou 36 pontos e conseguiu seu primeiro pódio: um 3º lugar no GP de Mônaco.

Mark Webber chegou na Red Bull em 2007, ano que também marcou o início da era dos carros desenhados por Adrian Newey na equipe. Os dois primeiros anos do australiano na Red Bull foram de desempenho fraco e somente 31 pontos somados.

Em 2009, os carros da Red Bull começaram a evoluir e o piloto já terminou em 4º na classificação geral de pilotos, conseguindo suas primeiras vitórias na F1, nos GPs da Alemanha e do Brasil. O ano marcou a estreia de Sebastian Vettel na equipe, que já fez 84 pontos e ficou em segundo no Mundial, atrás do campeão Jenson Button.

Durante o tetracampeonato de Vettel pela Red Bull entre 2010 e 2013, Webber não conseguiu ser o vice-campeão em nenhuma oportunidade. Em 2010, 2011 e 2013, o australiano terminou a temporada na 3ª posição. No ano passado, Webber ficou em 6º.

Webber e Vettel nunca foram bons amigos. Neste ano aconteceu a última polêmica entre eles. No GP da Malásia, a equipe disse para o alemão não ultrapassar o australiano, para que a Red Bull não corresse riscos. Vettel desobedeceu a ordem de equipe e passou por Webber, gerando mais atrito entre os dois.
Em 2014, Webber vai se juntar ao novo projeto da Porsche para ingressar no Mundial de Endurance, na categoria de protótipos LMP1, a principal do campeonato.

fonte: yahoo.com.br

Posts Relacionados

0 comentários :