2013: Mais números de 2013

17/12/2013



Sebastian Vettel foi líder em 18 dos 19 GPs, recorde na categoria.

A diferença do campeão Vettel para o vice-campeão Fernando Alonso foi de 155 pontos (397 a 242), a maior da história da categoria.

Com as 13 vitórias no ano, Vettel chegou a 39 triunfos e deixou Alonso (32) para trás como o maior vencedor em atividade.

Com as 13 vitórias de Vettel e as duas de Rosberg, a Alemanha se tornou o país com mais triunfos em um mesmo ano.

A Alemanha ultrapassou o Brasil em número de pole positions na F-1. Os germânicos agora somam 128 contra 125 dos brasileiros. A Grã-Bretanha lidera com 217.

Fernando Alonso se tornou o piloto com mais pontos na Fórmula 1. No GP do Japão, ele superou os 1566 pontos de Michael Schumacher e, no fim da temporada, chegou aos 1606.

Massa se tornou o terceiro piloto com mais participações por uma mesma equipe na F-1. Foram 139 aparições com a Ferrari, menos apenas que as 180 de Michael Schumacher pela escuderia e as 150 de David Coulthard com a McLaren.

Raikkonen chegou a 27 provas consecutivas na zona de pontuação, superando o recorde de Michael Schumacher, 24.

A Ferrari estabeleceu a maior sequência de corridas com pelo menos um de seus pilotos na zona de pontuação na história da F-1: 67, do GP da Alemanha de 2010 ao GP do Brasil de 2013.

A Renault superou a Ferrari em poles (213 x 208) e pontos (6126,5 x 6082,5) no ranking dos motores de mais sucesso na categoria.

Posts Relacionados

0 comentários :