5 motivos para acreditar em vitórias de Massa em 2014

12/03/2014


Quando Felipe Massa confirmou sua transferência para a Williams, no fim do ano passado, muitos julgaram como uma escolha errada. Pesavam negativamente o fato de a escuderia inglesa ter feito em 2013 uma de suas piores campanhas na história (somou apenas 5 pontos), além de não faturar um título desde 1997. Mas o brasileiro deu sinais nos testes de que sua decisão de se juntar à equipe britânica foi acertada.

Felipe Massa terá um grande trunfo para a temporada da Fórmula 1: os motores Mercedes, que têm sido muito superiores aos demais propulsores da categoria.

Algumas das razões para acreditar em um grande desempenho de Massa na temporada:

1 - Massa tem motor Mercedes

As quatro equipes mais velozes nos testes da pré-temporada têm propulsores Mercedes. E a Williams está neste grupo com Mercedes, McLaren e Force India.

"Foi um começo muito bom. A Williams me recebeu muito bem. Eu estava precisando disso, ser recebido de braços abertos", destacou Felipe Massa nesta fase de testes.

Os times que usam os motores Renault ficaram para trás, inclusive a poderosa Red Bull. A Lotus, que fez boa campanha no ano passado, também apresenta problemas com seu propulsor Renault.

2 – Massa cravou a melhor volta em dois treinos

Massa deu sinais de que sua Williams terá condições de peitar os adversários. O brasileiro cravou a melhor volta em dois testes oficiais realizados neste início do ano: uma na Espanha e outra no Bahrein. E quando não foi o melhor, Massa girou em torno do topo, registrou o 2º e o 3º tempo em outros testes.

A empolgação da Williams neste começo de ano é tanta que o diretor-técnico da escuderia, Pat Symonds, disse que o carro "corre como um sonho".

3Vettel em baixa

Piloto a ser batido, o tetracampeão Sebastian Vettel já avisou que sua Red Bull não apresentará grande performance no GP de estreia, na Austrália. A equipe austríaca não consegue sanar problemas de super aquecimento do motor Renault. Vettel não conseguiu fazer a melhor volta em nenhuma vez nesta pré-temporada. O alemão teme ficar fora da disputa por títulos por conta dos defeitos 
apresentados no carro.  

4Williams montou time forte para a disputa de 2014

A Williams tratou de reforçar sua equipe técnica para a disputa desse ano. A escuderia atendeu ao pedido de Felipe Massa e contratou o engenheiro Rob Smedley, que trabalhou com o brasileiro por oito anos na Ferrari.

"Ele entende muito de carro", resumiu Massa.

O engenheiro indicado por Massa se junta ao diretor técnico Pat Symonds, contratado pela equipe no segundo semestre do ano passado. Symonds já trabalhou com Senna, Schumacher e Alonso.

5Fortes patrocinadores se aliaram a Williams

A Williams enfrentou sérios problemas financeiros nos últimos anos. Mas a escuderia apresentou plano de retomar o topo e conseguiu acertar com três fortes patrocinadores: Petrobrás, Banco do Brasil e Martini. A presença de dois brasileiros na equipe, Massa e Nasr, contribuiu para a entrada das estatais brasileiras na Williams.

Tradicional patrocinadora da Fórmula 1, a Martini retorna às pistas após anos afastada. Em razão da parceria, a Williams virou Williams Martini Racing.

fonte: uol.com

Posts Relacionados

0 comentários :